Passageira é presa na Bahia com 45 mil comprimidos de droga do 'boa noite, Cinderela'

bahia
18.10.2020, 09:08:23
Atualizado: 18.10.2020, 09:21:12
(Divulgação)

Passageira é presa na Bahia com 45 mil comprimidos de droga do 'boa noite, Cinderela'

Usado no tratamento do parkinsonismo, remédio é comercializado irregularmente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quarenta e cinco mil comprimidos do medicamento Triexifenid, usado no tratamento contra o parkinsonismo, foram apreendidos na noite do sábado (17) na BR-116, na região de Vitória da Conquista, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Conhecido como "aranha", o remédio é usado também como alucinógeno e comumento utilizado em golpes como o "boa noite, Cinderela".

Os policiais pararam um ônibus interestadual que fazia a rota Rio de Janeiro (RJ) - Fortaleza (CE). DUrante a fiscalização, eles desconfiaram do comportamento de uma passageira de 23 anos que demonstrou extremo nervosismo com a abordagem. Eles pediram que ela mostrasse os documentos e abrisse a bagagem. 

A mala era protegida por um cadeado com senha. Tentando enganar os policiais, a jovem disse que não lembrava a combinação para abrir, dizendo ser uma mala emprestada da irmã. Eles solicitaram que ela ligasse para essa irmã para conseguir a senha. Depois de uma ligação em que ela aparentou muita ansiedade, ela finalmente abriu o cadeado. A mala continha roupas e 9 sacos plásticos com os comprimidos, acondicionados dentro de uma caixa com etiqueta parcialmente removida. "ARTANE 5m", dizia a parte que restou.

A passageira confirmou que era o medicamento Artane. Disse que pagou R$ 20 mil pelo produto, que seria comercializado na capital cearense - cada comprimido pode ser vendido por R$ 5. 

A droga é uma substância psicotrópica de uso controlado. Em festas rave, há quem use para recreação e também é um dos medicamentos preferidos para o golpe "boa noite, Cinderela". Sua ingestão altera o estado mental, com alucinações e delírios.

A jovem, que já tinha passagem por tráfico de drogas, foi presa. O nome não foi divulgado pela PRF. Os comprimidos foram encaminhados para delegacia de polícia local. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas