Passagens para fim do ano vão ficar mais baratas na semana que vem, diz pesquisa

economia
27.10.2017, 16:15:11
(Pixabay)

Passagens para fim do ano vão ficar mais baratas na semana que vem, diz pesquisa

Voos reservados com oito semanas de antecedência para o fim do ano ficam até 14% mais baratos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Na semana que vem, do dia 29 de outubro a 4 de novembro, as passagens aéreas para voos nacionais alcançarão o nível mais baixo de preços para quem pretende viajar no final do ano. Isso, segundo levantamento da plataforma Skyscanner, de busca de viagem, realizada em parceria com o Conecataí, braço de pesquisa na internet do Ibope.

De acordo com a pesquisa, que avaliou a aquisição de passagens na internet por um período de dois anos, os voos reservados com oito semanas de antecedência para o fim do ano ficam até 14% mais baratos que o preço médio daqueles comprados depois disso.

Segundo o site, 43% das compras avaliadas, no entanto, deram-se fora desse período, resultado em desembolsos maiores para os consumidores.

Além do tempo ideia para a compra, o levantamento aponta outras opções para conseguir reduzir o desembolso com a passagem aérea. Dentre elas, optar por voos com escalas em aeroportos próximos, escolher companhias aéreas diferentes para os voos de ida e de volta e garantir datas flexíveis para ir e voltar, definindo o embarque de acordo com média de preços e promoções disponíveis no momento.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas