Patroa de babá que caiu de prédio admite agressões, mas diz que foram mútuas, revela delegado

salvador
27.08.2021, 18:22:00
Delegado Thiago Rodrigues Pinto participou de coletiva para falar sobre o caso da babá Raiane Ribeiro (Foto: Wendel de Novais/CORREIO)

Patroa de babá que caiu de prédio admite agressões, mas diz que foram mútuas, revela delegado

Thiago Rodrigues Pinto afirmou que não houve denúncia sobre arma de fogo no apartamento

Em coletiva à imprensa nesta sexta-feira (27), a Polícia Civil deu mais detalhes sobre as investigações que apuram as razões da queda da babá Raiane Ribeiro do terceiro andar de um edifício residencial no Imbuí, na última quarta-feira (25). Na ocasião, o titular da 9ª Delegacia Territorial (DT) da Boca do Rio, delegado Thiago Rodrigues Pinto, afirmou que Melina Esteves França, a patroa de Raiane, admitiu ter agredido a babá, mas disse que a briga se deu por uma razão diferente da relatada pela vítima.

"Ela manteve a versão que a mulher agrediu as crianças, mas se eu lhe falar os detalhes estarei entregando pontos importantes. O que posso dizer é que a acusada admitiu as agressões, mas afirmou que foram mútuas e por conta de um desentendimento", explicou o delegado.

Pinto confirmou, ainda, a informação de que diversas vítimas apareceram para alegar que sofreram abusos quando trabalharam com Melina. "Estão aparecendo muitas vítimas e estamos colhendo os depoimentos para colocar tudo no papel. Não sei lhe precisar a quantidade de vítimas, mas foram várias", contou. 

Questionado sobre a razão das vítimas não terem prestado queixa anteriormente, o delegado afirmou que as justificativas foram diversas. "Algumas vítimas disseram isso [que foram coagidas], outras que deixaram pra lá, outras que acharam que se tratavam de questões trabalhistas e não valia a pena", disse ele. 

O delegado também afirmou que nenhuma denúncia citando uma arma de fogo foi registrada nas ocorrências. Gabriel Sodré, advogado da acusada, foi procurado pela reportagem, mas não respondeu até o fechamento desta matéria.

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas