Pedidos para novas construções sobem 55% em Salvador

negócios
13.03.2018, 05:00:00
Atualizado: 13.03.2018, 12:32:40

Pedidos para novas construções sobem 55% em Salvador

Por Flávio Oliveira

O número de pedidos de alvará para construções em Salvador cresceu 55% entre janeiro e fevereiro deste ano e o mesmo período do ano passado. A informação é da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e é mais um indicativo do reaquecimento do setor de Construção Civil na capital baiana.  Segundo o titular da pasta, Sérgio Guanabara, estes alvarás são traduzidos em investimentos em torno de R$ 2 bilhões em novos empreendimentos. Os bairros mais procurados parareceberem novas construções são - ainda de acordo com a Sedur - Jaguaribe, Alphaville 2 e Caminho das Árvores. Mas Guanabara também destaca Cajazeiras, Pirajá, Mussurunga e Coutos pois, pois, diz, vão receber empreendimentos dentro do padrão previsto pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Já na frente comercial, o destaque fica por conta das redes de supermercados Assaí e Hiper Ideal, que seguem investindo em Salvador, além da central de telecobranças do Banco do Brasil que será instalada na Paralela.


Grupo Fragnani amplia linha de produção
A unidade fabril do Grupo Fragnani em Dias d'Ávila vai implementar uma nova linha de produção para a marca Incenor. O investimento - de valor não revelado - vai resultar em um aumento de 50% no total de itens fabricados, com um salto de 1.350.000 m² mensais na para aproximadamente 2.500.000 m²/mês.  A linha deve entrar em operação no começo de 2019, o que faz o presidente do Grupo, Ricardo Fragnani, projetar aumento de vendas e na geração de empregos para 2019. O Grupo Fragnani é  um dos maiores produtores de revestimentos e pisos cerâmicos e de porcelanato do país e dono das marcas Tecnogres, Incefra e Incenor. 


GBarbosa investe em novos modelos
O GBarbosa reinaugura hoje a sua loja na San Martin. Às mudanças significativas no leiaute se soma a de modelo de negócios. A empresa investe cada vez mais em um modelo híbrido, entre o varejo tradicional e o cash & care, que no Brasil também é chamado de atacarejo.  A rede de supermercados promete preços até 22% mais baratos na opção da compra em quantidade. Em Salvador, outras lojas da rede já se adequaram ao modelo misto: Brotas, Iguatemi, Pau da Lima e Cabula. O segmento de atacarejo foi um dos poucos do varejo que cresceu durante a crise, e a tendência é que o modelo de negócio continue angariando cada vez mais consumidores. Ainda assim, o GBarbosa não se descuidou do cliente de alto padrão. Pressionada pela loja do Pão de Açúcar instalada nas proximidades, a rede remodelou sua unidade no Costa Azul, em um investimento de R$ 16 milhões, para adotar um conceito de loja premium, com produtos diferenciados voltados para um público de maior poder aquisitivo. O modelo, lá, é o do varejo tradicional. 


Mais chocolate
De olho nos empreendedores que produzem e vendem ovos de páscoa caseiros, o Assaí Atacadista - com lojas em Salvador, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Jequié, Juazeiro, Pulo Afonso  e Vitória da Conquista - aumentou os estoques de coberturas e barras de chocolate, produtos mais usados para a confecção dos ovos. Em relação ao ano passado, a rede comprou um volume 20% maior destes produtos. “Apostamos nas coberturas porque nossos clientes transformadores buscam alternativas para complementar a renda e a venda de Ovos de Páscoa caseiros pode ser uma opção interessante nesse sentido", diz Wlamir dos Anjos, Diretor Comercial do Assaí Atacadista. O Assaí também está oferecendo - gratuitamente - aos empreendedores o curso Vendas por Encomenda, disponível em sua plataforma Academia Assaí Bons Negócios (www.academiaassai.com.br). 

 
FIQUE POR DENTRO


Dívidas - A Federação Nacional do Fisco (Fenafisco) vai apresentar no Fórum Social Mundial, que acontece em Salvador de hoje a sábado, um estudo inédito  sobre o comportamento da dívida ativa nos estados brasileiros entre 2010 e 2016. A pesquisa indica que houve um crescimento médio de 87% nas dívidas já julgadas de contribuintes e empresas com os estados. Na Bahia, a dívida pulou 91,6% nesse período de 6 anos. 


TVZ - Marca paulista com 27 anos no mercado acaba de chegar a Salvador. Duas lojas foram inauguradas na capital baiana na semana passada, nos shoppings Salvador e Barra.  A marca conta com três principais linhas de produto, contemporânea, fashion e couture. A coleção inverno/18, batizada de Heritage Deluxe, já está disponíveis nestas unidades. TVZ  conta com 27 lojas próprias, sendo 2 delas outlets, mais 17 franquias e 150 multimarcas autorizadas, além do e-commerce (tvz.com.br) e vuislumbra no Nordeste um espaço para crescer. 


Tributos - No dia 19 de março, das 14h às 18h, a Câmara de Assuntos Tributários (CAT) da Fecomércio-BA promove o seminário Diálogos Tributários, no espaço Mário Cravo, no 3º andar da Casa do Comércio. O evento, aberto ao público, abordará assuntos atuais sobre situações tributárias a nível municipal e nacional, de interesse de empresários, contadores, economistas, dentre outras áreas afins. 


Nestlé - A Nestlé vai investir R$ 53 milhões na modernização da unidade fabril de Feira de Santana, que está instalada na Bahia desde 2007. A aplicalção vai gerar até 70 novos postos de trabalho. O anúncio foi feito por executivos da empresa , durante assinatura de protocolo de intenções com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). 


Get in the Ring- As Startups baianas podem se inscrever, até o próximo dia 22,  no Get in the Ring Brasil, que acontece em  12 de abril, em São Paulo.  O evento - que promove uma batalha de ideias entre as empresas inovadoras em busca de investimentos - é um dos principais no ecossisitema de statrtups brasileito e teve a primeira edição realizada no ano passado em Salvador, promovida pelo Grupo Rede Mais.


Prime - Os empresários Eduardo Oliva e Tiago Cunha deram início às obras de expansão do Instituto Prime de Ensino Personalizado, que devem ser finalizadas até outubro, aumentando em até 40% na oferta de vagas para cursos e atendimento à comunidade. O Prime, localizado na Graça, recebeu no ano passado o prêmio de Polo Avançado, conferido pela Faculdade Avantis por ser a   a Pós-Graduação com maior número de alunos no ano passado.