Perda de renda e incertezas comprometeram planos de consumo de 80% da população

donaldson gomes
23.07.2020, 23:26:21

Perda de renda e incertezas comprometeram planos de consumo de 80% da população


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois da pandemia
"Como será o amanhã, responda quem puder", diz a canção de João Sérgio criada em 1978 e imortalizada anos depois na voz de Simone. Uma parte bem pequena das incertezas sobre o futuro, amplificadas pela pandemia da covid-19 no Brasil, podem ser respondidas por uma pesquisa da Youpper Insights: a Shopper do Amanhã - Consequências da Pandemia. O levantamento feito em todo o território nacional mostra que 80% dos brasileiros planejavam adquirir algum tipo de bem ou serviço, mas dificuldades de renda e incertezas em relação ao futuro adiaram parte dos planos. Mesmo quando se tratam de itens considerados essenciais, 54% dos ouvidos disseram que só voltam às compras depois da pandemia. Mas é bom ter atenção a um detalhe: 63% estão propensos a escolher produtos ou serviços de empresas ou marcas que fizeram alguma ativação positiva no período. Em relação aos shoppings, um dos destaques da pesquisa é que a visita aos centros comerciais só perde para o reencontro da família, ir à igreja e ir a um restaurante entre as prioridades pós-covid-19. A Youpper Insights está ampliando a sua atuação na região Nordeste a partir da sua nova sede em Salvador.

Novas prioridades
Enquanto a pandemia não passa, o baiano vai se virando como pode. Dados da Lendico, fintech de crédito, mostram que o pagamento de dívidas disparou entre os motivos para a busca de empréstimos pessoais online no estado em junho, chegando a 46% da justificativa para busca de crédito dos consumidores. No mesmo mês de 2019, pagar dívidas representava 35% dos motivos. O sonho de empreender, que representava 40% do total no ano passado, caiu para 28%.  Na Bahia o valor médio de empréstimo concedido foi de R$ 4.660,00, valor menor que a média nacional, que foi de R$ 5,389,00. A Lendico é uma das principais empresas do setor e já emprestou mais de R$ 500 milhões para 60 mil clientes.

Pesquisa de campo
A Companhia Vale do Paramirim (CVP), do geólogo João Carlos Cavalcanti, está finalizando um acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) para fazer um mapeamento do potencial mineral num raio de 80 quilômetros da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), no trecho entre Ilhéus e Caetité. Segundo ele, o trabalho deve ter duração de um ano e será custeado pela CVP. "Nós vamos avaliar o potencial destas áreas. O que for encontrado, tenho obrigação de informar e aí vamos definir o que será feito", diz. A CVP está contratando a SRK, empresa especializada na certificação de depósitos minerais, para avaliar as reservas de ferro, cobre, ouro e fosfato que a empresa anunciou em Caetité. Segundo o geoólogo João Cavalcanti, os trabalhos de sondagem, necessários para definir melhor o potencial da área tem dado resultados animadores. 

Expansão
A partir do próximo domingo, o grupo baiano Lemos Passos começa a fornecer refeições para a UTG Sul, unidade da Petrobras, em Anchieta, no Espírito Santo. Com a operação, o grupo classificado atualmente como o 4º maior produtor de refeições coletivas do Brasil, amplia seu mapa de atuação para 10 estados. O Lemos Passos emprega mais de 2 mil pessoas e produz 6 milhões de refeições por mês.

Delivery
Três meses após implantado, o Easy Delivery da Singular Pharma registrou um crescimento de 400% no volume de entregas em Salvador e Lauro de Freitas. O serviço agora está em expansão para o interior da Bahia.  O Easy Delivery surgiu por conta da pandemia do novo coronavírus e se trata do aperfeiçoamento dos serviços de entrega. Agora, farmacêuticos estão à disposição para prestar atendimento via WhatsApp, o tempo médio de entrega foi reduzido para até 24 horas e o frete é gratuito. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas