Pessoas com deficiência testam novas bikes adaptadas na Pituba

salvador
25.03.2018, 16:34:50
Atualizado: 25.03.2018, 17:44:28

Pessoas com deficiência testam novas bikes adaptadas na Pituba

Magrelas do Bike Sem Barreiras ficam disponíveis todo domingo na Magalhães Neto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A designer Mariana Andrade, 23 anos, via todos os seus amigos pedalando e não podia acompanhá-los. Uma paralisia cerebral comprometeu seus movimentos das pernas e ela não encontrava bicicletas adaptadas. “Comecei a procurar esse ano, mas não encontrei nada muito barato. Acabei desistindo”, contou.

As comemorações do aniversário de Salvador fizeram este sonho de Mariana se tornar realidade. Na manhã deste domingo (25), pessoas com mobilidade reduzida puderam experimentar esta sensação tão comum de andar em cima de uma magrela.

O projeto Bike Sem Barreiras disponibilizou gratuitamente três tipos de bicicletas adaptadas e monitores na Avenida Magalhães Neto para que mais pessoas tivessem acesso ao programa Salvador Vai de Bike, que democratizou o acesso dos soteropolitanos às bicicletas. 

Mariana Andrade foi uma das primeiras a utilizar as novas bikes adaptadas (Foto: Marina Silva/CORREIO)

Em um dos modelos, a pessoa ficava em uma espécie de cadeira acoplada a uma bike, em outro o ciclista especial pedalava com as mãos, e o terceiro tipo era uma bicicleta dupla, em que o monitor ia na frente conduzindo o guidom e a outra pessoa, atrás, pedalando. 

“Foi muito bom usar a bicicleta em que eu pude pedalar com a mão. É maravilhoso você estar lá, fazer o esforço e ver o resultado. Agora estou animada para as próximas edições”, disse a jovem, cheia de empolgação.

Ela foi acompanhada da amiga Ana Caroline Andrade, 22, que disse que foi Mariana que chamou os amigos para conferir a novidade. 

A partir deste domingo (25), as bikes adaptadas com os monitores estarão disponíveis todo domingo, das 8h às 12h, na Magalhães Neto, na Pituba. A iniciativa é uma parceria do Movimento Salvador Vai de Bike com a Unidade de Políticas para Pessoa com Deficiência (UPCD), Faculdade Maurício de Nassau e apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. 

(Foto: Marina Silva/CORREIO)

Mais esporte
Quem gosta de esporte teve opção de sobra neste domingo ensolarado. O dia começou com a corrida comemorativa Salvador 10 milhas. Com largadas simultâneas no Rio Vermelho e Igreja da Conceição da Praia, no Comércio, a prova teve um ponto de chegada todo especial: a Ponta de Humaitá. 

O tradicional passeio ciclístico de aniversário da cidade, realizado pelo Movimento Salvador Vai de Bike, não deixou de acontecer este ano. A novidade ficou por conta dos locais de partida e chegada. Cerca de 500 ciclistas saíram às 8h do Salvador Shopping e pedalaram até o Farol da Barra.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas