Petrobahia pretende ampliar oferta de gás natural em 530%

donaldson gomes
31.01.2020, 05:50:00

Petrobahia pretende ampliar oferta de gás natural em 530%


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Combustível para crescer
A abertura do mercado de gás natural, anunciada no ano passado pelo governo federal, deve render bons frutos para a Petrobahia. A distribuidora com sede em Salvador e abrangência na região Nordeste, tem investido em tecnologia e infraestrutura voltada para o Gás Natural Comprimido – GNC. O Plano de Negócios da Petrobahia para os próximos cinco anos prevê um aumento de 530% na oferta do GN. A distribuidora pretende trazer para o mercado do nordeste o Gás Natural Liquefeito – GNL, como alternativa para indústrias e veículos leves e de grande porte, proporcionando ao consumidor um melhor custo-benefício. Atualmente, a empresa realiza também o fornecimento de gasolina, etanol e diesel, ocupando a 25ª posição no mercado nacional, segundo dados da ANP.

Vai dar caldo 
O projeto de criação do Polo Bioenergético e Sucroalcooleiro da Bahia foi elogiado pela União da Indústria de Cana-deAçúcar (Unica). Uma comitiva baiana, comandada pelo titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), o vice-governador João Leão, apresentou os planos na quarta-feira e ontem.  Para a entidade, a mais representativa do setor no Brasil, a Bahia é o estado do Nordeste onde o segmento sucroenergético pode crescer ainda mais.   Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da entidade, destacou acreditar fortemente na viabilidade do cluster baiano, em implantação nos municípios de Barra e Muquém do São Francisco. Para ele, é necessário estimular o consumo do etanol através de um regime diferenciado de alíquotas entre a gasolina e etanol. O projeto do Grupo Paranhos, já em implantação, e o Projeto Igarité, em prospecção, foram os cases apresentados no encontro com a UNICA. Dos 921 empregos diretos e até 3 mil empregos indiretos previstos na primeira usina em implantação, 500 já foram efetivados em Muquém.

Comércio exterior
O comércio exterior é um dos destaques no Informe de Conjuntura produzido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia. No ano passado, o estado registrou uma alta de 27,2% em seu saldo comercial, na comparação com 2018. Apesar de um recuo no volume de exportações, a queda nas importações foi ainda maior. No geral, o fluxo de comércio da Bahia, soma das exportações e importações, foi de US$ 16,9 bilhões – o que representou uma queda de 12%, na comparação com 2018. Em relação a 2018, a participação do comércio exterior baiano no total do país se manteve estável, em 3,6%. A participação no Nordeste aumentou de 47,5% para 48,5%. A dependência das exportações em relação à China caiu de 33,1% para 27,4%.  

Investimentos
Em 2019, foram implantados R$ 4,5 bilhões em investimentos privados na Bahia, que permitiram a geração de 4,6 mil empregos. Nos próximos dois anos, o Informe de Conjuntura da SDE espera um volume de investimentos de R$ 18 bilhões, que, se confirmados, devem gerar 27,8 mil novos postos de trabalho. 

Reaproveitamento
Em 2019, o Salvador Shopping e o Salvador Norte Shopping, ambos do grupo JCPM, reciclaram mais de mil toneladas de resíduos, o que representa 28,7% do que foi produzido nos empreendimentos. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea, apenas 3% dos resíduos sólidos são reciclados no Brasil. Nos centros comerciais, a doação de materiais como papelão, plásticos, vidros, alumínio e aço pode ser realizada pelos clientes em coletores distribuídos pelo mall. A atitude sustentável beneficiou mais de cem famílias que fazem parte da Cooperativa de Agentes Ecológicos de Canabrava – CAEC. Visando promover o dia a dia mais sustentável, os shoppings também realizam o aproveitamento da água da chuva e utilizam iluminação natural, além de outras ações em prol da natureza.

Sustentabilidade
Em seis meses, a Sodiê Doces decidiu retirar os produtos plásticos de todos as suas lojas no País, mesmo nos estados em que ainda não vigora a lei que proíbe o fornecimento deste tipo de material, como é o caso da Bahia. Com mais de 300 lojas, a maior franquia de bolos do Brasil anunciou que vai substituir pratos, copos, talheres, mexedores de café e hamburgueria de plástico por produtos feitos de materiais biodegradáveis, compostáveis ou reutilizáveis. Na Bahia, a Sodiê tem lojas na Avenida Praia de Itapuã, em Vilas do Atlântico, e na Avenida Paralela, no Hipermercado Extra, em Salvador.

Em domicílio
Com um investimento inicial de 42 mil reais, as empresárias Marina Rondom e Larissa Carvalho, abriram na última quarta-feira (29) a franquia SPA Express, um serviço de spa com atendimento em domicílio. Elas estimam que o retorno financeiro chegue com, no máximo, 12 meses. 

Carteira verde amarela
O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, vem a Salvadorexplicar o Programa de Emprego Verde Amarelo. Será dia 6, às 9h30, na Fieb. 

CBPM e IBRAM
O CBPM Convida, evento mensal promovido pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), recebeu um reforço de peso para as próximas edições. A empresa estatal baiana passa a contar com o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) na realização das próximas edições. A primeira edição do CBPM E IBRAM convidam acontece no próximo dia 5, às 14h, no auditório da CBPM. 

TIM
A TIM anunciou Fábio Reis como novo diretor comercial da regional Nordeste. O executivo será responsável por garantir o desenvolvimento e a gestão comercial da operadora com foco no consumidor, pessoa física e no segmento de pequenas e médias empresas, em 8 estados (PE, BA, SE, CE, AL, PI, PB, RN).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas