Petrobras vai instalar comissão para investigar causa de acidente com helicóptero

bahia
16.03.2022, 18:00:00

Petrobras vai instalar comissão para investigar causa de acidente com helicóptero

Uma pessoa morreu e outras 12 ficaram feridas

A Petrobras criou nesta quarta-feira (16) uma Comissão de Investigação e Análise do Acidente envolvendo um helicóptero que levava funcionários da empresa. Durante a viagem de Salvador para a plataforma de gás de Manati, na Baía de Camamu, a aeronave precisou fazer um pouso forçado na água. O piloto morreu e 12 vítimas ficaram feridas, pelo menos uma delas em estado grave.  

Segundo Radiovaldo Costa, diretor do Sindicato dos Petroleiros da Bahia, Sindipetro, o relatório da comissão deverá ser emitido em 30 dias. “A comissão já começa a trabalhar hoje e vai buscar investigar todo o ocorrido e suas causas. Se foi o mau tempo, problema de equipamento ou algum tipo de falha”, diz.  

O Acordo Coletivo de Trabalho da categoria petroleira garante que o sindicato tenha lugar garantido na comissão e possa acompanhar os desdobramentos da investigação. O representante será um dos diretores do Sindipetro.  

Em nota, o sindicato afirmou que está acompanhando a real situação dos feridos que foram encaminhados para hospitais de Salvador, além de estar buscando as famílias das vítimas para fornecer apoio.  

O coordenador geral da Federação única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, fez críticas à direção da Petrobras, que em nota caracterizou o ocorrido como “incidente”. “Isso mostra a insensibilidade da atual gestão da empresa por tratar um acidente com a família do trabalhador vitimado”, afirma.

A plataforma de Manati é classificada como desabitada porque os funcionários só vão até o local para prestar serviços. "Não ficam pessoas lá 24 horas [...] Eventualmente, esse helicóptero faz voos para levar equipamentos, suprimentos e trabalhadores especializados que executam atividades diversas", explica Radiovaldo. Segundo ele, o acidente foi o primeiro desse tipo na Bahia. 

*Com orientação da subeditora Fernanda Varela. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas