PM da reserva é morto a tiros dentro de casa na Bahia; genro é preso por envolvimento

bahia
10.05.2021, 14:45:00
Atualizado: 10.05.2021, 14:49:05

PM da reserva é morto a tiros dentro de casa na Bahia; genro é preso por envolvimento

Filha adolescente da vítima e o namorado, de 18 anos, disseram que pagaram R$ 600 por execução. Assassino deu 9 tiros usando arma da vítima e fugiu

Foto: Reprodução/Calila Notícias

O sargento da Polícia Militar aposentado Pedro Xisto Oliveira de Souza, 55 anos, foi encontrado morto a tiros no final da tarde de sábado (8), dentro do banheiro da casa onde morava em Caldas do Jorro, distrito de Tucano, município do território do sisal.

Segundo informações do site Calila Notícias, o militar recebeu pelo menos nove tiros da arma que pertencia a ele. O assassino fugiu e levou a arma. Uma guarnição da Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) da Polícia Militar foi acionada por volta das 17h, mas acredita-se que o homicídio tenha ocorrido horas antes.

A polícia conseguiu desvendar o crime ainda no local, após ouvir a filha do militar, adolescente, e o namorado dela, de 18 anos. Segundo uma fonte informou ao Calila Notícias, a princípio a jovem chamou a polícia e disse que encontrou o pai morto no banheiro da residência, mas após questionamentos ela passou a contar a verdade, citando inclusive que o pai era contra o relacionamento dela com o namorado.

No depoimento, o jovem teria dito que contrataram um criminoso que recebeu R$ 600 pelo serviço. Ele e a namorada, que foi apreendida, foram levados para Euclides da Cunha, cidade distante 60 km de Caldas do Jorro, e estão à disposição da Justiça. As investigações prosseguem agora no sentido de identificar e prender o assassino. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas