PM liberta refém e mata três do Bonde do Ajeita na Mata Escura 

salvador
14.01.2020, 16:27:00
Atualizado: 14.01.2020, 17:20:24
(Bruno Wendel/CORREIO)

PM liberta refém e mata três do Bonde do Ajeita na Mata Escura 

Idoso estava sozinho em casa quando foi abordado por criminosos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas em menos de 20 dias, no bairro da Mata Escura, policiais militares libertaram um refém e mataram três integrantes do Bonde do Ajeita na Rua São Miguel, na tarde dessa segunda-feira (13).

Segundo a polícia, após a primeira troca de tiros, os bandidos invadiram uma casa e ameaçavam matar um idoso que estava sozinho no local. Na negociação, que durou cerca de uma hora, o morador foi libertado, e os bandidos, baleados. 

Os três criminosos foram levados pelos policiais ao Hospital Roberto Santos, no Cabula, mas não resistiram e morreram na unidade de saúde. Apesar de os corpos ainda estarem sem identificação no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), moradores disseram que dois deles se chamam Luan e Jessé, ambos integrantes do grupo, chefiado por um traficante conhecido como Gabriel Casca, que pela segunda vez escapou do cerco policial, apesar de fazer uso de uma tornozeleira eletrônica. 

Em 26 de dezembro do ano passado, PMs mataram, durante um confronto, três integrantes do Bonde do Ajeita, na Rua São Miguel, reduto dos criminosos. Na ocasião, dois homens foram presos.

O grupo é rival do bando de Jeferson Palmeira Soares Santos, o Jel, líder da facção Bonde do Maluco (BDM) na comunidade Paz e Vida, onde recentemente comandou a chacina da Mata Escura, que teve como vítimas quatro motoristas de aplicativo. Jel acabou morto por outros traficantes em represália à matança.

Traficantes libertaram idoso e foram baleados em confronto com a PM na Rua São Miguel (Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

Refém 
Segundo moradores ouvidos pelo CORREIO, era por volta das 15h de segunda-feira (13) quando policiais da Rondas Especiais (Rondesp) Central chegaram à Rua São Miguel. Na hora, cerca de 10 homens armados estavam dentro de uma casa. “A dona estava em Dias d’Ávila, onde trabalha, tomando conta de uma chácara, aí ficava até meses sem vir. Eles (traficantes) invadiram a casa dela e começaram a fazer o local de ‘boca’ e guardar armas também”, contou uma fonte à reportagem, na manhã desta terça-feira (14). 

O morador relatou ainda que os traficantes perceberam a chegada dos policiais, fugiram atirando e os policiais revidaram. “Eles (traficantes) escaparam invadindo as casas. Entraram todos juntos na primeira e na segunda. Da invasão da terceira casa, a do idoso, participaram somente três dos bandidos. Eles pularam um muro e caíram dentro casa, após quebrarem o telhado”, relatou. 

O barulho das telhas quebradas levou os policiais ao imóvel, que foi cercado. Os bandidos fizeram o idoso, de pouco mais de 70 anos, de refém. Ele estava sozinho na hora da abordagem.

“O filho dele estava na ilha, resolvendo questões familiares. O idoso é uma pessoa doente e precisou de atendimento médico. Os vizinhos o levaram para uma unidade médica”, relatou uma outra fonte ao CORREIO. 

A negociação foi realizada pelos próprios policiais que participaram da perseguição. “Os policiais conseguiram que os traficantes deixassem o idoso sair e depois eles entraram na casa. Logo em seguida, a gente escutou muitos tiros”, relatou a fonte. 

Ainda de acordo com moradores, o líder do Bando do Ajeita da Rua São Miguel, Gabriel Casca, não estava entre os bandidos baleados pelos PMs. “A rua toda chegou a comemorar, achando que ele (Gabriel) tinha sido atingido, mas logo depois soubemos que ele já estava longe quando a terceira casa foi invadida”, disse a fonte. 

De acordo com a fonte, Gabriel e o seu bando intimidam os moradores da Rua São Miguel e os obrigam a guardar armas, drogas e dar abrigo quando há operações policiais na localidade. “Passam armados para cima e para baixo e falavam para a gente: '‘Tá olhando o quê? Entra, vai, vai'. E 'ai' de quem não acate”, contou. 

Nota
Sobre a ação, a polícia informou que equipes da 48ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Sussuarana) faziam rondas na Rua São Miguel, no bairro da Mata Escura, quando indivíduos armados atiraram contra os PMs. "No revide dos PMs, os acusados fugiram em direção a uma residência, efetuando novos disparos. Logo após, quando os PMs se preparavam para realizar o cerco policial, alguns indivíduos fugiram.  Ao se aproximar da casa, a guarnição da PM visualizou que três homens foram atingidos e, em seguida, prestou socorro ao Hospital Roberto Santos, onde a equipe médica constatou os óbitos”, diz a nota.  

Ainda segundo o documento enviado ao CORREIO, “com os três indivíduos foram encontrados uma submetralhadora, uma pistola e um revólver. Todo o material foi apresentado na Corregedoria da PM, onde a ocorrência foi registrada”. 

Em dezembro, dois integrantes do Bonde do Ajeita foram presos em operação da PM na Mata Escura (Foto:Bruno Wendel/ Arquivo CORREIO)

Bonde do Ajeita
O Bonde do Ajeita vem atuando timidamente em alguns bairros de Salvador, como parte da Mata Escura e Jardim Santo Inácio. O grupo, porém, tem também atuação em Boa Vista de São Caetano, bairro onde nasceu e se criou Washington Boca Mole, líder do Bonde do Ajeita. O grupo criminoso é uma das dissidências da facção Bonde do Maluco (BDM), segundo fontes da Secretaria de Segurança Pública (SSP). 

A ruptura aconteceu há pouco mais de dois anos e se deu por conta da disputa entre os próprios integrantes do BDM por pontos de venda de drogas. A divisão, no entanto, foi de forma amistosa e as duas organizações criminosas selaram um acordo, graças à inteligência de Washington Boca Mole, que está preso no Complexo Penitenciário da Mata Escura. “Ele foi esperto. Reconheceu que teria só a perder, principalmente em exército, numa briga com o BDM, infinitamente maior”, disse a fonte da SSP. 

Mas um episódio estremeceu a relação entre o Bonde do Ajeita e o BDM. Em entrevista à imprensa em dezembro de 2019, o delegado Guilherme Machado, titular da Delegacia de Homicídios Central, disse que houve um racha. “Não sabemos o motivo ainda, mas isso refletiu no número de homicídios que cresceu no bairro e nas regiões adjacentes, como Santo Inácio", explicou o delegado. 

Armados
Neste dia, o delegado apresentou o resultado de uma operação na mesma Rua São Miguel, que resultou nas mortes de três homens e a prisão de outros dois do Bonde do Ajeita. O confronto aconteceu na noite de 26 dezembro, entre policiais da 48ª CIPM e cerca de 10 homens armados. 

Durante o confronto, foram mortos Solack Rodrigues Sampaio dos Santos, 28 anos; Alan dos Santos Souza, 21; e Clécio de Souza Santos, 23. Já Elisson dos Santos Moraes, 19, e Marques Santos Pinheiro, 21, foram apresentados à imprensa, no dia seguinte, na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba.

Com o grupo foram achados uma pistola calibre 40, uma pistola 45, uma 9 milímetros, dois revólveres calibres 38 e 32, 82 munições para diversas armas, quatro carregadores, dois coletes balísticos, seis balaclavas, celular, carregador portátil, R$ 100, cocaína e maconha prontas para a comercialização e pasta base. 

Na coletiva, o delegado disse que o grupo divulgou vídeos exibindo armas pelo WhatsApp. “Eles espalhavam as imagens, ameaçavam e aterrorizavam os cidadãos de bem de Mata Escura. Em todas as situações, apareciam de rostos cobertos e usavam luvas para não deixar as impressões digitais nas armas”, contou o delegado.
 

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anitta-x-leo-dias-entenda-o-conflito-entre-a-cantora-e-o-jornalista/
Cantora afirmou que era ameaçada e chantageada há alguns anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-dicas-para-se-dar-bem-nas-selecoes-de-emprego-pela-internet/
Especialistas selecionam uma série de orientações importantes para fazer bonito nas entrevistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cheio-de-graca-baianos-criam-memes-com-a-antecipacao-de-feriados/
Confira alguns memes que estão 'bombando' nesse feriadão antecipado por conta da pandemia
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/populacao-desrespeita-decretos-e-faz-ate-paredao-em-simoes-filho/
Comércio não-essencial estava aberto na cidade; prefeitura local faz apelo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bolsonaro-come-cachorro-quente-em-brasilia-sob-gritos-de-assassino/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/caua-lady-gaga-cristiano-ronaldo-conheca-os-carros-de-10-celebridades/
Saiba qual é a marca preferida da Rainha Elizabeth II, veja quais famosos compraram um Ferrari exclusivo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cantar-e-tocar-violao-me-liberta-de-uma-boa-parte-da-ansiedade-diz-silva/
Cantor e compositor lança álbum Ao Vivo em Lisboa e faz live neste domingo (24)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projota-lanca-clip-com-participacao-de-lazaro-ramos-e-tais-araujo/
Veja também os novos clipes de Lady Gaga e Ariana Grande e de Priscila Tossan
Ler Mais