Polícia confirma que vizinha matou criança de 3 anos em Valéria

salvador
03.08.2021, 19:32:00
Atualizado: 03.08.2021, 20:00:23
(Reprodução)

Polícia confirma que vizinha matou criança de 3 anos em Valéria

Acusada e a mãe foram linchadas um dia após a morte do garoto. Caso também é investigado pela polícia

O inquérito da Polícia Cívil que apura a morte da criança Luiz Fernando Góes Nogueira, de 3 anos, confirmou que Uelma Gonçalves da Cruz, de 38 anos, vizinha da família do garoto, foi a responsável pelo assassinato. O crime ocorreu no dia 20 de julho, no bairro de Valéria, em Salvador.

Leia mais: Mãe narra desespero ao encontrar filho de 3 anos morto: 'estava com o dente travado'

Leia também: Suspeitas por assassinato de menino em Valéria são agredidas até a morte

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, o inquérito está em fase de conclusão. Testemunhas prestaram depoimento no DHPP e o menino – filho da autora do crime, que brincava com o garoto – foi ouvido no Dercca, que disponibiliza a escuta especial.  A apuração confirmou a autoria do homicídio, mas a motivação ainda não foi esclarecida. O caso ficou a cargo da 3ª Delegacia de Homicídios.

Um dia após o assassinato do garoto, Uelma e sua mãe, Cássia Gonçalves, de 61 anos, foram encontradas mortas em Simões Filho. Sobre o duplo homicídio, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa afirma que a investigação é realizada pela 22ª DT/Simões Filho. 

Já foram coletados depoimentos e realizadas diligências, mas a Polícia Civil diz que não pode informar mais  detalhes, para não interferir no andamento do caso.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas