Polícia desocupa Engelho Velho da Federação após dois dias de operação

salvador
04.09.2017, 12:30:00
Atualizado: 04.09.2017, 12:35:34
(Alberto Maraux/SSP)

Polícia desocupa Engelho Velho da Federação após dois dias de operação

Cerca de 50 policiais deixaram o bairro na noite de domingo (3)

Dois dias após nova ocupação no Engenho Velho da Federação, 50 policiais de cinco unidades da Secretaria de Segurança Pública (SSP) deixaram o bairro na noite deste domingo (3). Durante a permanência de polícia, nove pessoas foram presas e um homem morreu durante um confronto logo no primeiro dia da ocupação

O resultado da ação integrada, incluindo os presos e o material apreendido, foi apresentado na sexta-feira (1º) no edifício-sede dos departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), no bairro da Pituba.

Seguindo a polícia, Evanilson dos Santos Conceição, mais conhecido como Cabrita, atirou nas equipes das forças de segurança e durante confronto acabou atingido ainda no primeiro dia da ocupação. A troca de tiros aconteceu no Vale da Muriçoca. Evanilson foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos. Com ele foi encontrada uma pistola calibre ponto 40.

Entre os presos estão Adilho de Oliveira Ribeiro, que junto com Cabrita e Caique Pereira Santos mataram quatro pessoas no dia 21 de julho, na Rua Santa Marta. Completam a lista de detidos Jorge Santos, 29 anos, Thaiana Mara Cirino, 33, Devisson Ferreira da Silva, 21, Raimundo Nonato Conceição da Silva, Felipe Aragão de Jesus Martins, Thiago Conceição de Oliveira e Cleiton Rodrigues dos Santos. Todos foram capturados em flagrantes com armas e drogas.

Um dos principais objetivos da ocupação é enfraquecer a ação de duas das maiores facções criminosas do estado, que disputam áreas do bairro: o Comando da Paz (CP), que atualmente controla as localidades do Forno e Baixa da Égua, e o Bonde do Maluco (BDM), que atua na Lajinha.

Cerca de 50 policiais participaram da operação, dentre eles do DHPP,  Draco, Batalhão de Choque (BPChq), Rondesp Atlântico, Grupamento Aéreo  (Graer) e da 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Federação).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas