Polícia faz operação para encontrar mulher de Queiroz na casa de parentes

brasil
23.06.2020, 08:51:24
Atualizado: 23.06.2020, 08:59:13

Polícia faz operação para encontrar mulher de Queiroz na casa de parentes

Márcia Oliveira Aguiar já teve a prisão decretada e é considerada foragida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Reprodução

Foi iniciada, na manhã desta terça-feira (23), uma operação liderada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e o Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM) para encontrar Márcia Oliveira Aguiar, esposa de Fabrício Queiroz.

Segundo o G1, o local alvo das operações foi a casa da madrinha de Queiroz, em Belo Horizonte. O ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso na manhã de quinta-feira (18) em Atibaia, no interior de São Paulo. No mesmo dia, foi decretada a prisão da mulher dele que não se apresentou à polícia e não foi encontrada. Márcia é considerada foragida.

Os mandados desta terça são de busca e apreensão, mas Márcia pode ser presa caso seja encontrada, por causa da ordem de prisão da quinta. Não foram divulgados quantos mandados foram expedidos nesta terça.

Casa da madrinha de Queiroz
A casa alvo da operação em Belo Horizonte pertence à madrinha de Queiroz, dona Penha, que morreu neste mês. Agora vivem no local primas e sobrinha do ex-assessor do filho de Jair Bolsonaro.

A suspeita é que a mulher de Queiroz tenha ido para essa casa. Uma das primas, Kassia, é bem próxima de Márcia e de Queiroz. No início da manhã, promotores conversavam com parentes de Queiroz na casa.

O MP já havia identificado a vontade que Márcia tinha de se esconder caso tivesse prisão decretada. As mensagens trocadas entre Márcia Oliveira e Queiroz que a Promotoria identificou em novembro do ano passado apontavam, no entanto, que a mulher gostaria de ir para São Paulo caso tivesse a prisão decretada.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas