Polícia prende 13 e mata 3 suspeitos de participar de assalto comandado por Zé de Lessa

bahia
04.12.2018, 07:30:00
Atualizado: 04.12.2018, 07:30:38
(Foto: Reprodução)

Polícia prende 13 e mata 3 suspeitos de participar de assalto comandado por Zé de Lessa

Foragido no Paraguai, líder de facção baiana comandou roubo milionário no Maranhão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Militar do Maranhão prendeu, na noite de segunda-feira (3), treze homens suspeitos de participarem da quadrilha que roubou R$ 100 milhões do Banco do Brasil na cidade de Bacabal, no Maranhão. O roubo, segundo a Secretaria da Segurança Pública maranhense, foi comandado por Zé de Lessa, líder da facção baiana Bonde do Maluco, que está foragido no Paraguai. 

Ainda segundo a polícia, três suspeitos morreram e três ficaram feridos durante a ação policial  que aconteceu no município de Santa Luzia do Paruá, a 370 km da capital do Maranhão. O nome dos suspeitos não foi divulgado. 

Informações preliminares da polícia do Maranhão indicam que os suspeitos estavam em uma carreta com parte do dinheiro roubado do banco. Eles, segundo a polícia, se deslocavam para resgatar parte do bando que praticou o assalto. No dia do crime a polícia informou que cerca de 30 homens participaram da ação criminosa. 

Durante a prisão, a polícia apreendeu armas e munições, além de malotes com cédulas. Foram apreendidas 11 fuzis, duas metralhadoras calibre .50 (artilharia anti-aérea), duas pistolas e coletes. Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Zé Doca, a 302 km de São Luís. Eles serão transferidos ainda nesta terça-feira (4) para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Assalto
No dia do assalto três homens morreram em confronto com a Polícia Militar do Maranhão  De acordo informações divulgadas  pela Secretaria da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), um dos bandidos mortos é um baiano, irmão de Zé de Lessa, fundador da facção criminosa Bonde do Maluco (BDM). 

Durante a ofensiva dos criminosos, a Polícia Militar reagiu – com armamentos que incluíam fuzis – e conseguiu expulsar a quadrilha do município. Além dos três mortos, duas pessoas foram presas por suspeita de envolvimento com a quadrilha. "O bando tinha dezenas de pessoas", segundo informou a SSP-MA. 

A pasta informou ainda que, durante a ação, os bandidos atacaram duas delegacias e o batalhão da PM. Também fizeram pelo menos dois pontos de bloqueio na cidade para tentar impedir a ação da polícia, ateando fogo em carros. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas