Polícia prende jovens com drogas em operações no Jardim Armação e IAPI

salvador
12.11.2018, 19:34:00
Dion Lessa de Sá, 23 anos, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas (Foto: Divulgação)

Polícia prende jovens com drogas em operações no Jardim Armação e IAPI

Um dos traficantes foi abordado em uma moto, com ecstasy e haxixe

Equipes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil realizaram duas operações e apreenderam drogas como Ecstasy, LSD e MDMA, haxixe e maconha nos bairros de Jardim Armação e do IAPI, em Salvador.

Na operação, o auxiliar de limpeza, Dion Lessa de Sá, 23 anos, foi preso. Ele estava em uma moto, no bairro do IAPI, quando foi abordado por policiais militares. Durante a blitz, foram encontradas 57 porções de Ecstasy e uma de haxixe. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas no sábado (10).

Os policiais também fizeram uma busca na casa do jovem, no condomínio Paralela Park, onde encontraram mais 195 porções de Ecstasy, uma de MDMA, um cartela de LSD, uma porção de cocaína, além de três celulares e uma balança. 

No dia anterior, a operação aconteceu no Jardim Armação e prendeu Marcos Henrique Ferreira, o “Marquinhos” ou “Pantera”, 24. O homem transportava 94 comprimidos de Ecstasy, 337 unidades de LSD e quatro sacolas de maconha, além de três balanças e dois celulares, mas negou ser traficante. 

De acordo com o delegado Humberto Matos, coordenador da DTE/Capital, Marcos Henrique informou à polícia que estava apenas transportando a droga. “Ele alega que recebeu o valor de R$ 100 para entregar a droga para um homem, ainda não identificado, naquela região”, explica. 

Marcos Henrique foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e está preso.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas