Policiais Civis da Bahia aprovam lockdown semanal e estado de greve

bahia
20.01.2022, 05:00:00
((Foto: divulgação))

Policiais Civis da Bahia aprovam lockdown semanal e estado de greve

Uma das reivindicações do Sindipoc é o salário de nível superior para os servidores

O Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindipoc) aprovou o lockdown semanal, a ser realizado todas quintas-feiras, e também o estado de greve dos policiais civis da Bahia, em assembleia virtual realizada na noite de terça-feira(18).

Dentre as pautas de reivindicações estão a regulamentação do Artigo 46, parágrafo 1o da Lei 11.370/2009, que concede o salário de nível superior para os servidores, reestruturação da carreira, além da exigência de apresentação do cartão de vacinação para a população ter acesso às delegacias do estado, algo que não está ocorrendo. 

“Há um clima de muito descontentamento por parte dos policiais civis, sobretudo pela constante humilhação que temos passado, bem como a falta de reconhecimento e valorização funcional com a gestão estadual que, infelizmente, não tem dialogado com a categoria”, afirma o presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes. 

Além disso, ele destaca que, em meio ao aumento no número de casos ativos da covid-19 e da gripe, as delegacias e os policiais seguem expostos diariamente ao perigo eminente de contaminação, já que a Polícia Civil da Bahia não tem cumprido o decreto do Governo do Estado, onde o usuário do serviço público para adentrar nos órgãos e repartições precisa ter em mãos a carteira de vacinação. 

Atos da categoria

Além do lockdown semanal e o estado de greve dos servidores da Polícia Civil, terá continuidade a Operação Padrão, iniciada no dia 1° de janeiro, com atos semanais nas delegacias.  

Por fim, ficou definida uma assembleia geral presencial, a ser realizada no Campo Grande, no dia 10 de fevereiro, com caminhada até a sede da Polícia Civil, para entrega das horas extras e chefias. 

“Infelizmente o governo tem nos levado à radicalização, sobretudo pela intransigência e falta de diálogo. Durante todo esse tempo queremos sentar à mesa para conversar, no entanto, o que nos parece é que com essa gestão não avançaremos muito nesse sentido. O Diálogo e o bom senso não é o forte deste governo”, finalizou Lopes.

A Polícia Civil informou que não foi notificada oficialmente sobre o estado de greve declarado pelo Sindicato dos Policiais Civis da Bahia. “Além disso, cumpre ressaltar que, apesar de não existir proibição expressa na Constituição Federal ao exercício do direito de greve por parte de policiais civis, o Supremo Tribunal Federal decidiu, em 2017, que a vedação de greve a policiais militares, bombeiros e militares das Forças Armadas se estende a eles”, concluiu a corporação em nota. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas