População adota hábitos mais sustentáveis durante a pandemia

brasil
19.06.2020, 19:08:00
Atualizado: 19.06.2020, 19:18:05
(Foto: Shutterstock)

População adota hábitos mais sustentáveis durante a pandemia

Cerca de 60% dos brasileiros mudaram o estilo de vida para reduzir o impacto no meio ambiente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostrou que que o consumidor brasileiro está mudando o comportamento de consumo e a pandemia tem feito as pessoas quererem comprar mais por sites e aplicativos. Aliás, 70% dos entrevistados disseram que pretendem continuar adquirindo produtos on-line depois que essa situação passar.

Para o especialista em sustentabilidade, coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS), Marcus Nakagawa, esse período tem servido para a população rever seus hábitos, principalmente, no que diz respeito ao consumo sustentável. “Acredito que isso já está acontecendo. As pessoas estão ampliando um pouco mais a percepção dos seus gastos e da relação com os resíduos. A realização de compras passou a ser mais responsável, visto que, agora é um momento de crise, de economizar para o que está por vir. Além disso, todos estão vendo o quanto de lixo “jogam fora” e o quanto adquirem coisas que talvez nem precisam”, explica Nakagawa.

De acordo com um estudo da McKinsey & Company cerca de 60% da população brasileira está fazendo mudanças no estilo de vida para reduzir o impacto no meio ambiente como a prática diária relacionada à realização de compras mais responsáveis, com a devida compreensão dos impactos ambientais e sociais. Não só as pessoas, mas as empresas também estão querendo incorporar a sustentabilidade dentro da proposta de valor de seus negócios, segundo a mesma pesquisa McKinsey.

Nesse sentido, o especialista Marcus Nakagawa também acredita que, para alcançar esses novos hábitos, é preciso investir em itens que envolvam menos recursos naturais em sua produção e que facilitem o reaproveitamento e a reciclagem. Sem esquecer-se de optar por elementos que tenham uma “vida mais longa”, como no caso das empresas que têm se dedicado a produzir máscaras reutilizáveis nessa época de pandemia. “Essas são apenas algumas ações para quem deseja entrar nessa jornada mais sustentável durante e pós-covid-19”, conclui Nakagawa.

-----------

Mundo Sustentável
Para mostrar como a sustentabilidade é algo próximo e possível, o CORREIO criou o projeto Mundo Sustentável, com conteúdos diversos sobre iniciativas que tornam a vida melhor. Diariamente e até o final do mês de junho, você poderá acompanhar nas redes sociais, no site, jornal impresso e na plataforma bit.ly/mundosustentavelcorreio, as informações sobre como se pode melhorar as ações do dia a dia para que todos possam ter mais qualidade de vida.

O Mundo Sustentável tem o patrocínio do Hapvida, Sotero Ambiental e Bracell, a parceria do Sebrae e o apoio da Claro e Yamana Gold.


O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas