Portela é campeã do Carnaval do Rio após jejum de 33 anos

carnaval
01.03.2017, 18:42:00
Atualizado: 01.03.2017, 19:05:55

Portela é campeã do Carnaval do Rio após jejum de 33 anos

É o 22º título da escola que trouxe neste ano para o sambódromo a importância dos rios para formação da humanidade

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A escola de samba Portela é a campeã do Carnaval de 2017 do Rio de Janeiro. A vitória é após um jejum de 33 anos e é o 22º título do grupo.  Com o enredo "Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar”, a Portela trouxe a importância dos rios para a formação da humanidade para o sambódromo. A escola também pediu justiça às vítimas do acidente em Mariana.

A Portela é a escola que tem mais títulos no Carnaval carioca e no carro abre-alas trouxe a águia, que é um símbolo tradicional do grupo, em um tripé. No enredo a escola contou como os seres humanos foram influenciados pelos rios.

A escola trouxe a importância dos rios para humanidade no enredo
(Foto: AFP)

A disputa pelo título foi apertada. A Portela venceu com a nota 269,9 a Mocidade Alegre, que teve 269,8. A Salgueiro ficou em terceiro lugar e teve a nota 269,7, em seguida a Mangueira com 269,6. A Grande Rio, que homenageou a cantora baiana Ivete Sangalo, ficou em quinto, com 269,4. As seis primeiras colocadas na disputa vão se apresentar novamente no Desfile das Campeãs, que acontece no próximo sábado (4).

Veja imagens da escola campeã

As escolas de samba são avaliadas pelos seguintes requisitos: alegorias e adereços, bateria, fantasia, samba-enredo, comissão de frente, evolução, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira e enredo. Todos os 9 compõe a nota. 

As escolas Unidos da Tijuca e Paraíso do Tuiuti tiveram as piores notas de adereços e alegorias, como já era esperado. As duas tiveram acidentes com feridos e nenhuma teve nota dez. A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) decidiu que nenhuma escola será rebaixada neste ano

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas