Praias de Salvador continuam fechadas durante fim de semana

salvador
08.05.2021, 12:55:49
Atualizado: 08.05.2021, 13:36:17
(Jefferson Peixoto/Secom)

Praias de Salvador continuam fechadas durante fim de semana

Durante o fim de semana, 60 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) vão fiscalizar toda a faixa litorânea do município

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Apesar da reabertura dos espaços, ocorrida na última segunda-feira (3), as praias de Salvador permanecem fechadas neste sábado (8) e domingo (9). Durante o fim de semana, 60 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) formarão duas equipes, que vão fiscalizar toda a faixa litorânea do município, divididos entre São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário, até a Praia da Preguiça, e do Porto da Barra até a Praia do Flamengo.

O diretor-geral de Segurança e Prevenção à Violência, Maurício Lima pede à população que colabore com o trabalho da GCM e da Prefeitura, evitando as praias. “Mesmo reabertas, é preciso utilizá-las com responsabilidade, respeitando os protocolos vigentes”, declara.

Nos dias em que a circulação de pessoas é permitida, a GCM segue fiscalizando os protocolos de combate à covid-19, a exemplo do uso de máscaras e distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas na areia, e de dois metros durante a prática de atividades aquáticas.

Protocolos
Durante a semana, são permitidas atividades físicas individuais ou em duplas, desde que os participantes usem máscara durante a prática. Estão proibidas atividades que gerem aglomerações, como piqueniques e luaus. O uso de materiais como ombrelones, guarda-sóis, sombreiros e similares está liberado (exceto para o Porto da Barra) e o comércio ambulante também está autorizado.

Na praia do Farol da Barra, os banhistas devem se dirigir a um dos dois portais de acesso posicionados próximos do farol ou no restaurante Barravento. As duas estruturas ficarão por tempo indeterminado e foram instaladas pela Prefeitura para controlar o fluxo de banhistas no local, que costuma atrair grande número de baianos e turistas.

O objetivo é evitar aglomerações e, consequentemente, a disseminação do novo coronavírus. Outros dois acessos que existem nesse trecho de orla foram interditados e as equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) estão monitorando as passagens.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas