Prefeitura de Salvador interdita praças e academias de saúde ao ar livre

salvador
23.02.2021, 20:56:24
Atualizado: 23.02.2021, 21:45:07
(Bruno Concha/Secom)

Prefeitura de Salvador interdita praças e academias de saúde ao ar livre

Gestão municipal anuncia nova medida para conter o avanço do coronavírus

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em mais uma série de medidas para tentar conter a disseminação do coronavírus, a prefeitura de Salvador anunciou, nesta terça (23), a interdição das principais praças e academias de saúde ao ar livre em Salvador, a partir desta quarta (24).

A ação da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), vinculada à Secretaria Municipal de Manutenção da Cidade (Seman), visa ampliar o isolamento social para conter o avanço da Covid-19.

Os equipamentos interditados serão as praças do Imbuí, Nossa Senhora da Luz, Centenário, Ana Lúcia Magalhães, Lord Cochrane, João Mangabeira e Mussurunga. 

Para o presidente da Desal, Virgílio Daltro, os espaços públicos necessitam ser evitados neste momento, devido ao decreto do prefeito e às medidas de isolamento social.

“A interdição das praças e academias de saúde ao ar livre e de musculação serão realizadas nos locais onde há maior circulação de pessoas, criando assim uma zona de prevenção para que o vírus não se espalhe entre os soteropolitanos. Por isso, pedimos a colaboração de toda cidade”, disse Daltro.

 Ainda de acordo com o gestor, outras praças vão passar por vistorias e será realizada uma ação de conscientização para que os equipamentos não sejam utilizados. 

“Caso as pessoas continuem frequentando os locais, outras praças serão lacradas para preservar a saúde e a vida de todos”, completou o titular da Desal. Atualmente, Salvador tem mais de 450 áreas de convivência e lazer e cerca de 230 academias em diversos bairros da cidade.

Praias e parques

Ao longo dos últimos dias, a prefeitura de Salvador e o Governo do Estado têm tomado medidas mais duras no combate à pandemia.

A partir desta quarta (24), as praias de Salvador serão fechadas novamente. Além disso, desde o último sábado (20), todos os parques públicos de Salvador estão fechados. 

A medida engloba o movimentado Parque da Cidade, o Jardim Botânico, a Lagoa dos Dinossauros, e o Parque dos Ventos, entre outros. As restrições valem até o dia 28, com possibilidade de prorrogação.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas