Prefeitura inicia 4ª etapa de requalificação do entorno do Farol de Itapuã

salvador
24.03.2022, 11:17:00
(Foto: Valter Pontes/Secom)

Prefeitura inicia 4ª etapa de requalificação do entorno do Farol de Itapuã

O município já investiu R$ 8 milhões no projeto

Dentro da programação do aniversário de 473 anos de Salvador, mais uma iniciativa da Prefeitura dá prosseguimento à estratégia de impulsionar o turismo de sol e mar na capital baiana. Um dos principais cartões-postais da cidade, o Farol de Itapuã terá mais uma etapa de requalificação do entorno, com ordem de serviço para início das obras assinada pelo prefeito Bruno Reis, na manhã desta quinta-feira (24).

A solenidade foi realizada na Rua da Música, s/n, no bairro, e contou com as presenças da vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, e da presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield, dentre outros gestores.

O projeto de requalificação da área foi desenvolvido pela FMLF, e as obras são executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop). O trecho que passará por intervenções possui 400 metros de extensão e a área é bastante utilizada para a prática de esportes náuticos e demais atividades esportivas. A conclusão deste trecho custará R$1,5 milhão aos cofres públicos, e o prazo de conclusão é de cinco meses.

“Esse projeto foi amplamente debatido com a comunidade, ouvindo e acatando sugestões, para fazer uma obra que preserva a beleza natural do local. É importante trazer infraestrutura para o soteropolitano e também para o visitante que quer conhecer nossas belezas naturais, nossa cultura e culinária. Tenho certeza de que essa obra ficará tão bela quanto as três primeiras etapas, de forma a consolidar o destino turístico Itapuã”, declarou o prefeito.

(Foto: Valter Pontes/Secom)
(Foto: Valter Pontes/Secom)
(Foto: Valter Pontes/Secom)

A Prefeitura já investiu R$ 8 milhões na requalificação do entorno do Farol de Itapuã, somando os montantes aplicados nas etapas anteriores. Esta etapa de obras prevê a continuidade do calçadão, serviços de drenagem, tratamento dos acessos das vias internas, criação de áreas de convivência e do centro de apoio turístico.

Além disso, haverá a instalação de iluminação em LED, sanitários públicos e paisagismo. Com estas obras, a Prefeitura pretende organizar a ocupação irregular na faixa de areia e resgatar um trecho de orla bastante atrativo para moradores, turistas e esportistas.

"A particularidade desta etapa é que há pouco a ser urbanizado, pois ainda conserva uma grande vegetação de restinga, areia de praia e construções bem próximas à praia. Então optamos por criar um grande calçadão, com a anuência de comerciantes e moradores da área, criando as condições para que todos vivenciem este espaço da melhor maneira possível", assegurou Tânia Scofield.

Expectativa
Proprietária do Pedra que Ronca Canoa Club, Priscila Malafaia destaca a importância da requalificação da orla para comerciantes e visitantes. "A revitalização deste trecho vai fortalecer a prática dos esportes náuticos e de areia, cujos praticantes já têm este local como referência. Aqui se pratica windsurf, stand up, natação, voleibol, futevôlei e futebol de areia, bastante visitado por quem pratica e ama o esporte e o meio ambiente, então a requalificação só vem a agregar a quem proporciona uma estrutura mínima para quem frequenta este espaço".

Referência no esporte náutico de Itapuã, o comerciante Valdemir Oliveira também conhecido como Reizinho do Windsurf, proprietário da Rei Náutica, é um dos desbravadores da região na prática e manutenção das atividades esportivas de competição. “A reforma facilita a vida dos ambientes, comerciantes e todos os trabalhadores da região, que já estava precisando bastante de uma ação como esta".

Outras etapas
Em 2018, a Prefeitura já havia entregue a primeira etapa da requalificação do entorno do Farol de Itapuã, com investimento de aproximadamente R$ 3,5 milhões. As melhorias abrangeram uma área de 21,5 mil m², no trecho entre as casas da Marinha e a curva da residência que pertenceu ao poeta Vinicius de Moraes.

Na segunda etapa, concluída em 2019, as ações foram promovidas numa extensão de 800 metros entre a Vila Naval e a Rua da Canção, passando pelas ruas Olindina e Nova Canaã. Foram recuperados diversos espaços que estavam degradados, com a implantação de ciclovia, nova pavimentação e mobiliários urbanos. O investimento nesta etapa foi de R$2,5 milhões.

Já a terceira etapa foi entregue em janeiro deste ano com investimento de R$2 milhões. Dentre as melhorias realizadas nesta fase estão a criação de uma calçada compartilhada entre as ruas da Canção, Literatura e Música. Houve, ainda, requalificação da Colônia de Pescadores e a manutenção da fábrica de gelo em apoio a estes trabalhadores, além de construídas duas pequenas praças compostas por mobiliários urbanos, como bancos e lixeiras, sendo mantido o espaço para guardar caiaques.

Demais localidades
Até o momento, a Prefeitura já entregou 27 km de orla requalificados – dentre os trechos beneficiados estão Barra, Ribeira, São Tomé de Paripe, Tubarão, Plataforma, Amaralina, Pituba, Jardim de Alah, Ondina e Piatã. Outros três quilômetros estão em obras, compreendendo Stella Maris, Praia do Flamengo e Ipitanga. Outras localidades também estão com projetos em fase de estudo.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas