Prefeitura mantém medidas restritivas em quatro bairros de Salvador 

salvador
19.03.2021, 14:23:34
(Secom/PMS)

Prefeitura mantém medidas restritivas em quatro bairros de Salvador 

Restrições continuam em Fazenda Grande do Retiro e Pernambués; prefeito inclui Paripe e Liberdade

As medidas restritivas para combater a circulação do novo coronavírus continuam em, pelo menos, quatro bairros de Salvador. O prefeito da capital baiana, Bruno Reis, determinou a renovação das ações em alguns deles. A prefeitura está, atualmente, em seis bairros: Itapuã, Pituba, Brotas, Pernambués, Fazenda Grande do Retiro e São Marcos. Desses, as restrições se mantêm em Pernambués e Fazenda Grande do Retiro.  

Entram na lista os bairros de Paripe e Liberdade, que, segundo o prefeito, apresentaram crescimento no número de casos. Até o final do dia, Reis decidirá se vai manter as medidas em Brotas e na Pituba e se vai incluir São Caetano e Uruguai. As medidas começam a valer a partir da próxima segunda-feira (22).  

“Vamos fazer mudanças nesses bairros para a partir de segunda-feira. O bairro de Paripe vai entrar, porque os números estão crescendo muito. Fiquei de avaliar os números até o final do dia para decidir, pela manutenção ou não, de Brotas e Pituba, onde os números começaram a ceder, ou pela inclusão de Uruguai e São Caetano, que estão crescendo”, explica o prefeito.  

Ele ressalta que as medidas, além de ajudarem a combater o a covid-19, contribui para educar a população. “Esse apoio das nossas equipes [da Guarda Civil Municipal], começam na segunda-feira de manhã, fazendo todas essas ações nos bairros, com o intuito também de educar, de chamar atenção, de sensibilizar para o momento que o bairro está enfrentando”, conclui Reis.  

*Sob orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas