Prefeituras-Bairro auxiliam no atendimento rápido às vítimas da chuva

salvador
12.04.2021, 18:43:00
Atualizado: 12.04.2021, 18:43:11
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Prefeituras-Bairro auxiliam no atendimento rápido às vítimas da chuva

Pela localização em pontos estratégicos da cidade, as equipes da pasta muitas vezes são as primeiras representantes da Prefeitura em situações emergenciais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As chuvas intensas que caíram na capital baiana no fim de semana ocasionaram quase duas mil ocorrências, registradas pela Defesa Civil de Salvador (Codesal). Para auxiliar o órgão no rápido atendimento aos cidadãos em áreas de risco, a Secretaria Municipal de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro (SACPB) procura orientar a população como proceder nessas situações de risco.

Pela localização em pontos estratégicos da cidade, as equipes da pasta muitas vezes são as primeiras representantes da Prefeitura em situações emergenciais.

"Nossa equipe foi a primeira a chegar ao local onde houve desabamento na noite de quinta em Novo Marotinho, na região de Pau da Lima. Na última sexta-feira, só aqui no bairro, foram cerca de 40 pessoas ligadas diretamente na operação. Toda essa articulação que está sendo feita nas comunidades é realizada através dos subprefeitos", disse o titular da Sacpb, Humberto Viana.

Ele destacou também o trabalho integrado com outros órgãos da Prefeitura no intuito de preservar a vida dos cidadãos. "A secretaria já está em sistema de alerta, com toda a estrutura acionada através dos subprefeitos e as equipes que foram articuladas, dando apoio à Codesal e demais órgãos na prevenção e no contato diário com as comunidades”, completou Viana.

Atendimento focal
Uma das situações relatadas pelos moradores foi uma escadaria que apresentava sinais de risco de desabamento. Subprefeito de Pau da Lima, Edmar Fernandes afirmou que ao chegar o local entrou em contato com a Sucop (Superintendência de Obras Públicas), que já foi ao local e realizou os procedimentos necessários. 

A moradora Mariene Oliveira, que teve a casa alagada com o temporal, relatou emocionada toda a situação e agradeceu à Prefeitura pelo apoio. 

"Perdi tudo, documento, roupa. Ouvi a sirene e tive que sair correndo de casa. Estou aqui no abrigo com minha esposa e meus dois filhos, fui acolhida, estão nos tratando bem. Agora é só esperar pra que resolvam nossa situação”, contou.

Além de Novo Marotinho, outra comunidade fortemente afetada pelas chuvas: a de Bosque Real, em Sete de Abril, também foi foco de vistoria das equipes municipais. A ação teve a presença da vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos. 

"As Prefeituras-Bairro são de extrema importância para que possamos entrar na região. Não só durante a chuva, mas ao longo de todo o ano temos o vínculo com a comunidade. Assim, as necessidades de cada localidade podem ser atendidas com mais brevidade, fazendo com que, nesses momentos difíceis, essas pessoas confiem em nós para que saiam de suas casas para receber o acolhimento necessário", afirmou Ana Paula.

Os cidadãos que perceberem qualquer situação de risco, a exemplo de alagamento e ameaças de desabamento e deslizamento, devem entrar em contato imediato com a Codesal pelo número 199. A ligação é gratuita.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas