Presidente sul-coreano garante que nunca mais haverá guerra na península

mundo
17.08.2017, 08:20:00
Atualizado: 17.08.2017, 10:03:23
(AFP)

Presidente sul-coreano garante que nunca mais haverá guerra na península

Moon Jae-In assegurou que não haverá ação militar contra o Norte sem o consentimento de Seul

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, disse nesta quinta-feira (17) que uma guerra na Península Coreana é algo que "nunca mais" voltará a ocorrer e assegurou que os Estados Unidos (EUA) não farão qualquer ação militar contra a Coreia do Norte sem o consentimento de Seul. A informação é da "Agência EFE".

Em entrevista coletiva para marcar seus primeiros 100 dias no cargo, Moon disse ter certeza que "nunca mais voltará a acontecer uma guerra na Península Coreana" e minimizou a importância dos comentários do presidente americano nos últimos dias.

"Os EUA e o presidente Donald Trump concordaram em discutir com a Coreia do Sul qualquer opção que possam tomar", disse Moon, segundo declarações veiculadas pela agência sul-coreana Yonhap.

As declarações de Moon são feitas poucos dias após o clima de tensão provocado por manifestações dos dois países, que fizeram ameaças militares mútuas.

Moon insistiu que as palavras de Trump tinham como objetivo aumentar a pressão sobre a Coreia do Norte e não indicar uma ação militar iminente contra o regime norte-coreano.

"Acredito que o presidente Trump tentou pressionar a Coreia do Norte mostrando firme determinação. Não considero que, necessariamente, estava mostrando sua determinação de optar por uma ação militar", afirmou Moon.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas