Presos são liberados da cadeia de Buerarema por conta de insalubridade e superlotação

bahia
30.11.2010, 19:15:00
Atualizado: 30.11.2010, 19:18:24

Presos são liberados da cadeia de Buerarema por conta de insalubridade e superlotação

Todos foram soltos; presos ainda aguardavam julgamento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Redação CORREIO

Todos os presos que estavam detidos na cadeia pública de Buerarema, a 450 km de Salvador, foram liberados nesta terça-feira (30), depois que o local foi interditado por não ter condições mínimas de higiene e estar superlotado. As informações são da TV Bahia.

A liberação foi feita pelo juiz Antônio Hygino, da comarca de Buerarema, que acusa a Secretaria de Segurança Pública do estado de descaso. Segundo ele, o pedido de transferência dos presos para outra prisão foi feita há um mês e não houve resposta. Os 20 presos soltos, a maioria respondendo por homicídio e tráfico, ainda aguardavam julgamento.

O juiz estabeleceu que os presos devem se apresentar a ele a cada 30 dias e não devem deixar a cidade. O pedido da liberação dos presos foi feita pelo Ministério Público. A cadeia pública passará por uma reforma que deve custar R$ 80 mil. O valor será custeado pelas prefeituras de Buerarema, Juassari e São José da Vitória - a cadeia também atende a estes dois municípios.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048