PRF-BA resgata menina de 10 anos que era alvo de exploração sexual em rodovia

bahia
04.09.2021, 16:33:43
Atualizado: 04.09.2021, 17:32:26
(Foto: Pref. de Itaberaba/Divulgação)

PRF-BA resgata menina de 10 anos que era alvo de exploração sexual em rodovia

Criança e irmãs também menores vivem em situação de vulnerabilidade em Itaberaba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou uma menina de 10 anos que estava sendo vítima de exploração sexual em Itaberaba, no portal da Chapada Diamantina. 

A abordagem foi registrada na tarde de quinta-feira (2), no Km 228 da BR-242, quando os policiais receberam a denúncia de que haviam jovens, aparentemente menores, uma delas utilizando apenas trajes íntimos, abordando motoristas em um posto de combustíveis da região para pedir carona e oferecer serviços sexuais.

Segundo a assessoria da PRF, a equipe rapidamente se deslocou para a localidade, conseguindo visualizar as três garotas. Duas delas correram ao perceber a aproximação policial, contudo uma desistiu da fuga e foi alcançada.

A menina, que inicialmente contou histórias inverídicas, após contato com o Conselho Tutelar local, relatou seu nome e a sua situação de vulnerabilidade. Foi descoberto que as duas jovens que a acompanhavam eram suas irmãs e estavam inseridas no mesmo contexto de exploração sexual e uso de drogas.

"Acrescenta-se ainda que a menina e suas irmãs haviam fugido de local destinado ao acolhimento de crianças e adolescentes um dia antes da abordagem. Para reintegrá-la, foi necessário a ajuda de uma psicóloga", explica a assessoria da PRF.

Projeto Mapear
Todo o trabalho foi acompanhado de perto pelos PRFs, que inclusive foram surpreendidos com a informação de que uma das jovens tinha o sonho de ser PRF. Ela contou que vivia em uma situação degradante, na qual a sua mãe se prostituía, e foi resgatada por agentes da PRF.

A Polícia Rodoviária Federal é percursora do projeto Mapear, que consiste em combater a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais de todo país. "Esse é um grande marco da instituição que preza em exercer suas funções, prezando pela promoção da dignidade humana de cada cidadão", conclui a instituição, em nota.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas