Primo busca por colombiano desaparecido há seis dias

salvador
20.02.2020, 19:59:00
Atualizado: 20.02.2020, 20:30:05

Primo busca por colombiano desaparecido há seis dias

Casal mora no Jardim das Margaridas, em Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um casal está desaparecido desde a última sexta-feira (14) e a família segue sem qualquer notícia. Segundo relato de testemunhas, um homem colombiano - que vive em Salvador há dois anos - e sua namorada foram retirados à força da casa onde moram no Jardim das Margaridas em Salvador. 

Um primo do estrangeiro, que preferiu não ser identificado, conta que Edilson Carduna Martinez, 27 anos, tinha uma quantia alta em dinheiro dentro de casa, que seria depositada naquela manhã para realizar a compra de mercadorias que o casal revenderia. Cerca de R$ 35 mil estavam na casa, que foi invadida entre 1h e 3h da manhã da última sexta. A namorada de Edilson é brasileira e não foi identificada.

Desde então o primo do desaparecido, que também é colombiano, tem percorrido hospitais, delegacias, cemitérios e institutos médicos legais de Salvador e cidades vizinhas, como Camaçari e Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, em busca de informações, sem sucesso. “Estamos deixando anúncios nos lugares com um contato da família e uma oferta de recompensa para ver se temos alguma notícia”, contou o primo ao CORREIO.

O caso foi registrado na 12ª Delegacia (Itapuã). A polícia apura mais detalhes sobre o desaparecimento das vítimas.

*Com orientação do chefe de reportagem Jorge Gauthier 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas