Professor leva projeto itinerante de educação e show de forró para instituições beneficentes

salvador
21.06.2022, 21:28:00
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Professor leva projeto itinerante de educação e show de forró para instituições beneficentes

Ação é comanda por Zé Livrório, que apresenta sua kombi-biblioteca para crianças e adolescentes

A arte e educação são temas importantes para a transformação social, sobretudo para crianças e adolescentes. Utilizando música e literatura, o professor baiano Cristóvão Cerqueira, conhecido como "Zé Livrório” desenvolve há mais de 20 anos, um projeto itinerante que leva histórias para comunidades carentes. A bordo da sua Kombi, que é uma biblioteca, ele distribui livros e faz contação de histórias de maneira lúdica para o público infantil. Nesta terça-feira (21), o projeto visitou a Organização do Auxílio Fraterno (OAF) e o Lar da Criança.

Durante a visita, o público aproveitou o show de forró com crianças e o sanfoneiro Agni Gabriel, espetáculo de mágica com Chico Leitura, que faz parte da trupe do Zé Livrório e, ainda, conheceram a famosa kombi-biblioteca. "Hoje tivemos o prazer de visitar a OAF, no bairro da Liberdade, e ficamos muito emocionados com o carinho das crianças. A tarde, estivemos no Lar da Criança, na Vila Laura, e foi uma experiência incrível levar forró para a criançada", disse o criador do projeto, professor Cristóvão Cerqueira.

Ele explica que o projeto começou com aulas de música na região de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina. Há quatro anos surgiu o personagem Zé Livrório, que é o amigo da meninada que incentiva a leitura, a música e o amor à cultura nordestina. Para atrair a atenção das crianças e aumentar o alcance das ações, há dois anos a Kombi do Zé foi criada, uma biblioteca ambulante que já percorreu diversas comunidades no interior da Bahia e que neste meio de junho veio cumprir agenda em Salvador. 

"A receptividade do projeto tem sido magnífica. É incrível como as crianças adoram a kombi. Elas entram no interior do veículo, pegam nos livros, nos instrumentos musicais e tudo isso vai se transformando em memória afetiva. E essas experiências formam cidadãos e cidadãs. Esta semana tivemos a felicidade de receber o reconhecimento do Conselho Estadual de Cultura do Estado da Bahia, na cidade de Cachoeira. Recebemos uma moção de aplausos. Isso nos motiva bastante", afirmou o professor. 

A OAF completará, em outubro, 65 anos de fundação e atua no acolhimento de crianças e adolescentes em situação de abandono, maus-tratos, abuso e, para o presidente da entidade, Jozias Sousa, a ação realizada hoje no local foi um verdadeiro presente para a instituição. "A ação de hoje é uma ação nova para instituição, trazendo o lúdico para essas crianças que vivem situações de extrema dificuldade. Isso ficará marcado na vida delas de uma forma extremamente positiva.  Muita gratidão ao Salvador Shopping, que trouxe a ação até a gente, e aos artistas que se apresentaram aqui hoje, foi um verdadeiro presente de São João que recebemos", destacou. 

O ilusionista Chico Leite também participa do projeto e ajudou a criar a biblioteca na kombi. "É muito emocionante participar do projeto e levar essas atividades para a meninada, principalmente nesses locais, onde as crianças estão por conta de problemas familiares, ou até outras, como vi lá, que foram achadas na rua. Nosso objetivo é incentivar a leitura através da atividade lúdica. O momento máximo do projeto é quando a gente ler os livros para as crianças, que interagem com a gente, acredito que a partir disso ela passa a se interessar por outros livros", disse. 

Na quarta-feira (22), será a vez do Lar Pérolas de Cristo e do Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gaac-BA) receberem o projeto. A ação faz parte da programação junina do Salvador Shopping. A identidade do personagem Zé Livrório está ligada ao Nordeste. Ele é apaixonado pelo São João, forró, literatura, culinária e na simplicidade do povo nordestino. Sua missão é levar música, literatura e conhecimento para o público. O seu nome mistura a simplicidade do "Zé" (abreviação de José) com a palavra "Livrório", que remete a livro, educação.

(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas