Projeto de solução para compras vence desafio de inteligência artificial

agenda bahia
22.10.2020, 07:00:00
Atualizado: 22.10.2020, 17:35:18

Projeto de solução para compras vence desafio de inteligência artificial

Competição do Agenda Bahia envolveu escolas de ensino médio da Rede SESI; participantes terão trabalhos expostos em mostra e em live, nesta quinta (22)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Já imaginou chegar para as compras no mercado e encontrar uma máquina que te ajude dizendo exatamente quais itens da sua lista estão disponíveis e a exata prateleira onde encontrá-lo? Pode parecer coisa do futuro, mas a ideia existe e já tem até um protótipo inicial. Foi esse o projeto vencedor do Desafio Agenda Bahia Sesi Microsoft IA, voltado para desenvolver soluções com o uso da inteligência artificial. Para vencer, o projeto precisou superar outras 47 ideias que envolveram todas as escolas de ensino médio da Rede Sesi.

 Na segunda e última fase do concurso foram escolhidos sete trabalhos para participar de um processo de aperfeiçoamento e mentoria com os parceiros SENAI, Microsoft e o CORREIO.  Foi com uma apresentação final depois dessas mentorias que o projeto Inteligência Artificial nos Centros de Compras venceu. A ideia é dos alunos João Victor Peneda, Davi Maciel, Felipe Cruz, Gabrielle Silva, Luana Carolina e Maria Clara, alunos da escola SESI Reitor Miguel Calmon. 

Os vencedores conquistaram um prêmio especial oferecido pela Microsoft, o curso AZ-900, voltado para pessoas interessadas em conhecer a Nuvem Microsoft e já garantir sua primeira certificação nessa tecnologia. Quem acompanhou o processo diz que o resultado foi surpreendente. “Foram alunos que evoluíram muito. Foram capturando ferramentas, ideias, conceitos, e construíram uma ideia que seja de fato funcional, que reduza custo para o empresário, mas que traga inclusão, auxilie as pessoas”, conta  Moisés Santos, arquiteto de dados e especialista em inteligência artificial da Microsoft.

Para Moises Santos, especialista em inteligência artificial da Microsoft, o resultado do desafio foi um sucesso (Foto: Divulgação)

Além de facilitar a experiência das compras, a máquina pensada pelos alunos serve também para auxiliar pessoas portadoras de deficiência. “A máquina tem comando e resposta por voz para quem for deficiente visual, comando por imagem para quem for  deficiente auditivo, além de função touch e um piso tátil”, explica a estudante Maria Clara Andrade.

Ela conta que a vitória foi encarada como surpresa: “A gente escreveu o projeto sem muita pretensão. Mas quando fomos selecionados para participar do desafio, começamos a pesquisar pra deixar o nosso projeto mais completo”. Para os professores, vencer um desafio como esse é um grande passo para os estudantes. “Foi possível os alunos levarem o conteúdo da sala de aula para uma aplicação tecnológica prática através da inteligência artificial”, diz a professora da oficina de física Maiane Sá, uma das orientadoras do projeto. 

Agenda Bahia
Por trás do desafio, o tema que, segundo especialistas, é de imensa importância principalmente quando exposto a jovens em formação.  “Quando se capacita jovens, alinha eles com as tendências do mercado, a gente dá as ferramentas para ele se desenvolver. Eu não só estou garantindo emprego e uma melhor renda, mas também colocando no mercado mão de obra qualificada”, avalia Moisés. Segundo ele, são muitas as oportunidades perdidas por falta de qualificação para lidar com a área da inteligência artificial. “Abraçar a adoção de uma inteligência artificial abre uma gama de oportunidades gigantesca, pode trazer melhores empregos e grandes oportunidades”, pontua.

 Quem trabalha diretamente com os jovens também entende a importância de prepará-los. “A educação influencia e é influenciada por este mundo cada vez mais tecnológico e as relações sociais, econômicas, políticas, de consumo estão cada vez mais balizadas por estes avanços. Então é preciso apoiar os  estudantes a compreenderem e se preparem para essas mudanças rápidas que vem ocorrendo”, diz Cléssia Lobo, Gerente Executiva de Educação e Cultura do Sesi Bahia.

“Esse é um momento de isolamento, em que estamos precisando nos reinventar muito rápido e fizemos isso inclusive nas aulas da rede. Então, quando vimos o tema da Agenda Bahia e como ele casava com temas que já estávamos desenvolvendo, resolvemos dar a oportunidade aos alunos de ampliarem o olhar”, acrescenta Fernando Didier, coordenador de robótica do Sesi Bahia, chamando atenção para a congruência com o tema geral do evento Agenda Bahia, que este ano foi Dados da Gente.

Fernando Didier, coordenador de robótica do SESI Bahia, destacou a relevância do tema inteligência artificial (Foto: Divulgação)

Mostra Sesi
O Desafio, então, passou a integrar o Agenda Bahia, fórum  realizado anualmente pelo CORREIO, na intenção de colaborar na formação dos alunos. “A ideia é estimular os jovens na busca por soluções para o local onde vivem e criar impactos positivos através da inovação. Desenvolver esse Desafio no Agenda Bahia com jovens estudantes, que tanto nos trazem orgulho pela possibilidade do legado de seus projetos quanto pelo aprendizado que nos trazem”, comenta Rachel Vital, Curadora de conteúdo do Fórum Agenda Bahia. 

Durante a Mostra Sesi Steam, o maior evento virtual da Rede SESI de Educação e Cultura, o Desafio Agenda Bahia SESI Microsoft IA terá destaque especial para apresentação dos sete trabalhos, que podem ser visitados de hoje até dia 23 de outubro, no site do SESI.

Nesta quinta-feira, (22) às 14h será realizada uma live com o Moisés Santos da Microsoft e a equipe vencedora da competição. A live será transmitida pelo canal YouTube da Escola SESI Bahia.  

O Desafio Agenda Bahia SESI Microsoft IA é uma ação da parceria entre o Sistema Fieb, no âmbito do Sesi, com o evento Agenda Bahia. O Fórum Agenda Bahia 2020 é uma realização do CORREIO, com o patrocínio do Hapvida, parceria do Sebrae, apoio da Braskem, Claro, Sistema FIEB, SMARTie e SINDIMIBA e apoio institucional da Rede Bahia e da rádio GFM 90,1.

Projeto vencedor:
IA nos Centros de Compras:
Este projeto de pesquisa tem como objetivo ressaltar os benefícios da inteligência artificial por meio de assistentes virtuais nos centros de compras, de modo a promover o bem-estar do cliente, bem como a otimização de gastos. A conversão eficiente do comprador e a venda repetida não são mais importantes, são essenciais. A inteligência artificial possibilita que maquinas aprendam com experiências, adequando-se a novos dados e executando tarefas como seres humanos, o que torna mais fácil oferecer o que os clientes querem e quando desejam, e partindo de um princípio: Compreender o gosto da clientela em tempo real.  O desempenho destes assistentes virtuais em satisfazer as necessidades dos compradores e atender a diversos pedidos remotamente acarreta em diversos benefícios, dentre eles a alavancagem de venda, otimização de gastos e redução de avaliações negativas.
 

Projetos selecionados:
Recicla Mais:
Jogo interativo educativo, realizado na plataforma virtual Flutter, denominado de Recicla Mais, fundamentado em desenvolver a consciência principalmente do público infanto-juvenil, sobre o descarte correto do lixo, através das funções de cada lixeira e suas respectivas cores. Com o desenvolvimento deste projeto, surgiram múltiplas observações relacionadas ao tema, tais como: a influência positiva do hábito de preservação e conservação do meio ambiente; o público alvo interfere diretamente na melhoria das condições ambientais das gerações futuras; normalizar a abordagem da educação ambiental. 

Housetable: O projeto visa trazer conforto, praticidade e modernidade ao consumidor com uma tecnologia avançada que oferece eficiência. No Brasil, 47% dos internautas combinam acesso entre computador e celular. Os que usam apenas dispositivos móveis somam 49%, vemos que o brasileiro é o que passa mais tempo na internet, com isso despertaria interesses ao novo app Housetable, por ser parecido com um celular, e ao mesmo tempo divertido.  A maioria da população não conseguem concluir as suas atividades do dia a dia, pois tendo como obrigação, chegar cedo no trabalho, cuidar da casa, família,inúmeras coisas . Portando o app pode ser a solução, ajudando com essas atividades, ganhando tempo.

Studys ´IA melhorando a sua inteligência:  plataforma de livre acesso, que possui um banco de dados organizados pela I.A - inteligência artificial, com o objetivo de proporcionar uma busca mais rápida por exercícios, e que atenda ao nível do aluno, fazendo uma análise e entendendo individualmente como cada aluno, consegue aprender e resolver questões.

A Inovação da Tecnologia agregada ao setor de Aquisição da Moda: Com o intuito de propor um avanço significativo na indústria da moda e do vestuário, usar a inteligência artificial para dar devidas recomendações às pessoas sobre o produto que ela deseja adquirir. Esta ferramenta funcionará nos estabelecimentos da moda dos centros comerciais por meio de uma inteligência que permite o auxílio digital para que o cliente possa escolher o que deseja com mais facilidade, otimizando tempo. Essas recomendações serão feitas com base no gosto daquele comprador, como o estilo que ele gosta, quais são as preferências, cores, modelos, qual é o tipo de peça que ele procura. E enfim juntar todos esses dados, de clientes, e cruzá-los possibilitando uma recomendação válida de acordo com o que cada pessoa quer.

Controle de água em locais de difícil acesso: A intenção deste projeto é contribuir para o controle de qualidade da água de poços artesianos, ou em outros tipos de reservatórios, através da inteligência artificial. Com os dados recolhidos através desse sistema, usuários da água poderão saber regularmente se a substância que está chegando em suas residências é de fato água potável, ou seja, própria para o consumo. Após a implantação do sensor, serão coletados dados sobre água, e caso algo esteja fora dos padrões recomendados, será enviado um relatório para os smartphones dos moradores da região, sinalizando o problema e sugerindo uma possível solução para o problema. Isso evitará que, mesmo que a água contendo impurezas e/ou doenças cheguem às torneiras, seja ingerida por grande parte da população que vive da água vinda da fonte onde o sistema está implantado.

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas