Prontos para retomada: Salvador quer atrair turistas no verão mesmo com a pandemia

salvador
12.11.2020, 05:00:00
(Arisson Marinho/CORREIO)

Prontos para retomada: Salvador quer atrair turistas no verão mesmo com a pandemia

Para ACM Neto, turismo de negócio e ao ar livre são alternativas seguras para substituir as festas populares, que geram aglomeração

Não é porque não pode ter aglomeração no Festival Virada Salvador, nas festas populares ou no tradicional Carnaval, que vão faltar motivos para o turista vir a capital baiana. Na quarta-feira (11), durante a Expo Retomada Salvador, evento teste para o retorno das atividades no novo Centro de Convenções (CCS), o prefeito ACM Neto destacou os potenciais do turismo ao ar livre e de negócios para reaquecer o setor.

Segundo o gestor, o trade turístico precisa buscar o apelo do turismo natural, de lazer, feito a céu aberto, mas sem aglomeração. “Hoje temos oportunidade de vender a cidade para além do calendário de festas. Salvador não é só Carnaval. O legado de obras que deixamos, se bem trabalhado, é um potencial a chamar o Brasil a conhecer o Centro Histórico, a Baía de Todos-os-Santos, nossa Orla e o Litoral Norte em uma venda conjunta”, disse. 

Mas como a vida não é só curtição, também é preciso atrair o turismo de negócio. Para isso, é preciso mostrar para aqueles que viajam para feiras e congressos que aqui vão encontrar uma cidade que cumpre com todos os protocolos e medidas de segurança no combate à covid-19.

“Quando formos promover Salvador, precisamos mostrar que é um destino seguro para quem quer frequentar restaurantes, praias, bares e museus”, afirmou o prefeito.  

Essas declarações foram dadas durante o Painel Salvador do evento, que teve também a participação do francês Damien Timpério, CEO da GL events Brasil, a empresa escolhida pela prefeitura para operar o Centro de Convenções durante 25 anos, em regime de concessão. “Temos o potencial de fazer turismo com segurança durante os 365 dias do ano de 2021. Mas, a tradição de aglomerar pessoas ficará de lado até que essa situação passe”, disse Timpério.  

Outro participante do painel foi o publicitário baiano Nizan Guanaes, que endossou a fala do prefeito ao lembrar que Salvador é uma cidade encantadora. “Vou passar parte do Verão em Salvador, pois sei que é um destino seguro”, contou. Ele propôs ainda que baianos do mundo inteiro se unam uma vez por ano para pensar na cidade. “São baianos que tem que criar no mundo o que podem fazer por Salvador”, avaliou.  

Prefeito participou da principal conferência da exposição (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Evento modelo
Durante o evento, outros painéis foram realizados para discutir como acontecerá essa retomada do turismo na capital baiana. Também foram montados stands de empresas do trade turístico, apresentando a forma como vão abordar o turismo nesse pós-pandemia. As atividades serviram como um exemplo de como realizar um evento de forma segura.  

Na segunda-feira (9), todas as 673 pessoas que participaram da exposição, inclusive o repórter e o fotógrafo do CORREIO que estiveram no local, fizeram o exame RT-PCR para covid-19. O teste foi ofertado pela própria organização, via drive-thru e com hora marcada. Os resultados foram disponibilizados no mesmo dia e três pessoas testaram positivo, tendo assim as inscrições canceladas. 

“Em São Paulo já fizeram um evento do tipo e lá realizaram a rastreabilidade das pessoas. Após 15 dias, descobriu que ninguém tinha sido contaminado pela covid-19, o que mostra o sucesso da organização”, disse o prefeito de Salvador. ACM Neto ainda destacou que os mais rigorosos critérios foram adotados e que a prefeitura pretende incorporar as medidas nos seus protocolos oficiais.  

“Nós queremos mostrar a partir desse evento modelo que é possível realizar eventos gerais, feiras, exposições em Salvador sem que seja um vetor de transmissão da doença”, completou o prefeito. 

Testes de covid-19 foram realizados nos participantes do evento (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)


Outros debates 
Entre os palestrantes do evento, estavam Eduardo Sanovicz, presidente da Associação Brasileiras das Empresas Aéreas; Lícia Fábio, empresária e promotora de eventos; Ana Maria Viscoscasillas, vice-presidente da Federação de Organizadores de Congressos da América Latina (Cocal); Santiago Gonzalez, diretor da Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA) para a América Latina; e Pablo Coirolo, CEO da Light47 e membro do Board da Associação de Criptomoedas de Liechtenstein. 

Esses participantes se dividiram em painéis sobre temas como acesso aéreo; entretenimento; novos tempos; e inovação e negócios.  Todo o evento foi transmitido ao vivo pelo canal do Youtube do Centro de Convenções. “Esse evento é a atualização do nosso mercado, o que mais sofreu”, afirmou Lícia Fábio.  
 

Medidas de segurança foram tomadas para garantir o distanciamento social (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Confira a lista de regras do evento, que serão assumidas no protocolo municipal segundo o prefeito ACM Neto: 

Orientações gerais: 

  • Higienizar as mãos antes e depois de cada atividade usando água e sabão líquido ou, quando não for possível, álcool 70% em gel 

  • Em áreas de circulação, incluindo banheiros, disponibilizar álcool 70% em gel, dispensadores de sabão líquido e de papel-toalha descartável e lixeiras com tampa, sem acionamento manual 

  • Usar obrigatoriamente máscara em todas aa áreas comuns, e só retirar durante as refeições 

  • Respeitar distanciamento social de 1,5m;Credenciamento online 

  • Aferição de temperatura na entrada 

  • Marcas de sinalização para orientar o distanciamento social  

Orientação para a equipe de organização 

  • Serão realizados testes periódicos de Covid-19; 

  • Aferição de temperatura diária; 

  • Kit de higienização: uso de máscaras e álcool em gel, conforme as orientações da OMS 

  • Uso de protetor face shield: em todo o período de trabalho para equipe operacional e manutenção 

  • Os colaboradores serão treinados conforme as novas orientações dos órgãos competentes 

  • Cada colaborador deve ter seus próprios itens diários e de higiene (copos, talheres etc.) 

  • Uuso do cartão de visitas virtual, extinguindo o uso do cartão físico 

  • Limpeza e sanitização das áreas comuns, com reforço nos locais que ficam mais expostos ao toque das mãos; 

  • Criação de um comitê multidisciplinar que implanta, fiscaliza e orienta os clientes, colaboradores e visitantes para as práticas que diminuam a disseminação de vírus e bactérias;  

  • Troca de filtros de ar-condicionado periodicamente 

* Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas