Queda de avião no Irã mata oito amigas após despedida de solteira

mundo
11.03.2018, 20:11:00
Atualizado: 11.03.2018, 20:23:00

Queda de avião no Irã mata oito amigas após despedida de solteira

Filha de empresário turco e sete amigas voltavam de festa em Dubai

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A queda de um jato particular turco matou 11 pessoas neste domingo (11), no Irã, incluindo uma noiva e sete amigas que tinham participado de uma despedida de solteira. O avião seguia de Sharjah, nos Emirados Árabes, para Istambul, na Turquia. Todos que estavam à bordo morreram. 

Segundo a agência de notícias oficial do Irã, a Irna, um pouco antes do jato sumir dos radares o piloto pediu autorização para voar em uma altitude mais baixa.

(Foto: Reprodução)

O avião é de uma companhia do empresário Huseyin Basaran. Estavam nele oito passageiras e três tripulantes, segundo o ministério de Transportes da Turquia. O jornal "Hürriyet" diz que as passageiras eram a filha do empresário, Mina Basaran, 28, e sete amigas, todas voltando da despedida de solteira de Mina. 

No Instagram, a última foto de Mina mostra justamente as oito amigas com roupões de um hotel de luxo de Dubai, óculos escuros e, na legenda, a hashtag #minasbachelorette (despedida de solteira de Mina). O empresário, que tem negócios nos setores energético, de construção e turístico, não foi localizado pela imprensa.

O avião bateu em uma montanha perto de Shahr-e Kord e pegou fogo. O local fica a 370 km de Teerã. Moradores locais foram até o ponto em que os restos do avião caíram. Eles encontraram corpos e nenhum sobrevivente. Pelas condições das vítimas, elas devem ser identificadas oficialmente apenas com exame de DNA.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas