Quer ter uma horta em casa? Mudas serão distribuídas de graça em Salvador

salvador
05.07.2022, 14:30:00
(Igor Santos/Secom)

Quer ter uma horta em casa? Mudas serão distribuídas de graça em Salvador

100 primeiros inscritos vão ganhar os materiais e receber capacitação

Uma notícia boa para os apaixonados por plantas: a prefeitura vai distribuir mudas gratuitas para o plantio de uma horta na sua própria casa. A ação faz parte do projeto Horta em Casa.

As inscrições para participar do projeto acontecem nesta quinta (7) e sexta-feira (8). A iniciativa é gratuita e está aberta para qualquer pessoa. Os interessados devem preencher o formulário disponível no site www.sustentabilidade.salvador.ba.gov.br, e anexar as cópias do documento de identidade (frente e verso) e do comprovante de residência.

Serão selecionadas as 100 primeiras pessoas inscritas. As únicas exigências são que as pessoas morem em Salvador e tenham idade mínima de 18 anos. A lista completa com os selecionados será publicada no próximo dia 11, no Diário Oficial do Município (DOM), e também estará disponível no site da Secretaria Municipal de Sustentabilidade e Resiliência (Secis), responsável pela ação.

“É um projeto de incentivo a adoção de hábitos mais saudáveis, ao mesmo tempo que promove essa reconexão das pessoas ao trabalho com a terra e o plantio das próprias hortaliças que vão utilizar na alimentação”, explicou a titular da pasta, Marcelle Moraes.

Os selecionados vão ganhar um kit horta para iniciar o plantio das hortaliças em casa e ainda receberão capacitação para o cultivo. O treinamento acontecerá no dia 16 de julho, quando serão abordadas as técnicas básicas de como implantar e cultivar uma horta em domicílio.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas