Quinze estados e DF aderiram ao Programa de Escolas Cívico-Militares, diz MEC

educação
01.10.2019, 11:20:26
Atualizado: 01.10.2019, 11:23:09
(Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Quinze estados e DF aderiram ao Programa de Escolas Cívico-Militares, diz MEC

O projeto abre agora uma nova etapa, para que municípios possam se inscrever

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


O Ministério da Educação informou na manhã desta terça-feira (1º) que 15 Estados e o Distrito Federal aderiam ao projeto piloto do Programa de Escolas Cívico-Militares da pasta. Lançada em setembro, a proposta prevê a participação de militares da reserva em atividades educacionais e administrativas das unidades.

O projeto abre agora uma nova etapa, desta vez para a inscrição de municípios interessados em participar. Prefeituras terão entre os dias 4 e 11 para manifestar interesse. Todas as cidades podem participar, incluindo as que estão inseridas em Estados que não manifestarem interesse na adesão ao programa.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse ter considerado boa a adesão nesta etapa. O projeto piloto prevê a instalação de 216 escolas nesse modelo até 2023. Anualmente, serão 54. O orçamento previsto para a atividade em 2020 é de R$ 54 milhões, R$ 1 milhão por unidade que aderir. Os recursos serão usados para melhoria de infraestrutura e para o pessoal.

A expansão de escolas cívico-militares é uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro. Para Weintraub, esse modelo atende ao desejo de famílias, que querem que seus filhos estudem em escolas desse tipo. Questionado quais os benefícios do novo formato, ele afirmou: "eu conheci o modelo e toda vez que visito eu fico encantado. A gente imagina que seja uma coisa rígida, severa, dura, pelo contrário. As crianças têm um sentimento de coleguismo, precisa ver como é bonito, é muito fraterna."
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adriano-imperador-fura-quarentena-para-curtir-baile-funk-no-rio-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/corpo-de-naya-rivera-e-encontrado-exatos-sete-anos-apos-morte-de-cory-monteith/
Fãs relembraram coincidência trágica; série Glee ainda teve morte de terceiro ator
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/aves-se-aglomeram-em-tela-de-apartamento-apos-retirada-de-arvores-em-ilheus/
Vídeo de morador flagrou cena; prefeitura diz que outras árvores serão plantadas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tomou-leaozinho-da-parmalat-viraliza-ao-reaparecer-em-rede-social/
William Melasso revelou identidade em vídeo no TikTok; assista
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/simbolo-gigantesco-em-campo-atrai-atencao-de-curiosos-na-franca/
Especulações sobre origem incluem templários e, claro, ETs
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/uma-saudade-chamada-salvador-prefeitura-lanca-campanha-com-boas-lembrancas/
Proposta da Secult é manter a capital baiana no imaginário dos soteropolitanos e turistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pm-pisa-em-pescoco-de-mulher-durante-confusao-quanto-mais-eu-me-debatia-mais-apertava/
Caso aconteceu na zona sul de São Paulo. Policiais foram afastados após ação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/historia-e-solidariedade-marcam-a-primeira-live-do-bloco-ile-aiye/