Rádios baianas se unem para capacitar microempreendedores

coronavírus
01.06.2020, 05:00:00

Rádios baianas se unem para capacitar microempreendedores

As emissoras também têm oferecido espaço de divulgação gratuito

Um grupo de dez rádios baianas se uniu para ajudar pequenos negócios a passarem pelo momento de crise. As Rádios Solidárias vão promover cursos gratuitos e ajudar o profissional autônomo, com ferramentas e estratégias avançadas de coaching para driblar a crise. O curso acontece em parceria com a empresa Brascoaching e será online. As inscrições também acontecem pela internet.

O primeiro curso vai ser de Formação Coaching Empresarial EAD e será realizado até 11 de junho. Para se inscrever basta acessar o site e fazer o cadastro.

O grupo formado pelas emissoras Bahia FM, BandNews, GFM 90,1, Itapoan FM, Jovem Pan, Piatã FM, A Tarde FM, Rádio Globo, Rádio Metrópole e Sociedade também cedeu seus espaços publicitários de forma gratuita para ajudar o profissional autônomo e o microempreendedor. Até aqui, a iniciativa já conseguiu ajudar mais de 500 negócios.

Através do Whatsapp, cada rádio recebeu áudios de pequenos empreendedores que foram transformados em spots, divulgados ao longo das programações de cada emissora de forma gratuita. Somadas as audiências, as dez rádios alcançam mais de 145 mil ouvintes em Salvador e região metropolitana.

“Só em saber que estamos sendo anunciados é um privilégio. Já tive retorno por conta das Rádios Solidárias. Achei muito importante a ação, porque muitos de nós não temos um capital para investimento em anúncios em rádios, principalmente agora”, relata Ronaldo Farias, da RT Segurança, que teve seu negócio divulgado através do movimento.

Algumas emissoras participantes chegaram a produzir spots de 150 empreendedores diferentes, como foi o caso da GFM 90,1. "Tem muita gente participando e precisando dessa ajuda. Somar as audiências de todas as emissoras é uma forma de dar mais visibilidade a quem precisa. No período de pandemia, a comunicação no rádio tem sido ainda mais eficaz", pontua Maurício Habib, coordenador de programação da GFM 90,1. 

O movimento ainda criou perfil exclusivo nas redes sociais (@radiossolidarias), onde cerca de 590 empresas foram ajudadas e tiveram sua marca divulgada.  "É muito importante ter um lugar onde os negócios possam ter visibilidade. Nesse momento de pandemia, onde as pessoas estão reclusas, muita gente usa a internet. Ter esse espaço no Instagram para divulgar meu trabalho ajudou muito!", disse Karina Macho, empreendedora da Saralepe Bordados.

Os espaços nas programações para divulgar o microempreendedor seguirão garantidos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas