Ramon Menezes comanda o Vitória contra o Inter na Copa do Brasil

e.c. vitória
08.06.2021, 19:35:00
Atualizado: 08.06.2021, 19:40:51
Ramon Menezes vai estrear no comando do Vitória diante do Internacional (Divulgação)

Ramon Menezes comanda o Vitória contra o Inter na Copa do Brasil

Novo treinador se reunirá com o elenco na noite desta terça-feira (8), em Porto Alegre

Ramon Menezes comandará o Vitória contra o Internacional na decisão da Copa do Brasil. O novo treinador rubro-negro se reunirá com o elenco pela primeira vez na noite desta terça-feira (8), em Porto Alegre, palco do jogo de volta da terceira fase do torneio nacional. A bola rola na quinta-feira (10), às 21h30, no estádio Beira-Rio. 

O Reizinho da Toca, como foi apelidado nos tempos de glória como jogador do Vitória, assumiu o cargo de outro ídolo do clube. Ramon Menezes, 48 anos, foi anunciado como novo técnico no início da tarde desta terça-feira. A mesma nota informava a demissão de Rodrigo Chagas. 

"Comunicamos aos torcedores e associados que nesta manhã promovemos o desligamento do treinador e ídolo rubro-negro, Rodrigo Chagas. Para o seu lugar contratamos o treinador Ramon Menezes, outro ídolo e contemporâneo de uma época de ouro e que já comandará o time na decisão desta quinta, em Porto Alegre", informou o Vitória através do site oficial e redes sociais.

Ramon e Rodrigo jogaram juntos no Vitória e foram negociados ao mesmo tempo para o Bayer Leverkusen, da Alemanha, em 1995.

Pouco tempo antes da nota ser divulgada, Rodrigo Chagas estava à beira do campo observando o treinamento comandado pelos auxiliares Ricardo Amadeu e Flávio Tanajura, como costumava acontecer em dias de reapresentação. O técnico foi informado do desligamento após a atividade, pelo presidente Paulo Carneiro. Como já estava próximo do horário de saída da delegação para o aeroporto, ele não conseguiu se despedir do grupo inteiro, apenas de alguns jogadores. 

O Vitória informou que Rodrigo Chagas foi desligado do cargo de treinador do time principal, mas segue como funcionário do clube. Ele vai tirar 30 dias de férias e não teve a nova função definida ainda.

O afastamento dele ocorreu um dia após a derrota por 1x0 para o Náutico, lamentada na noite de segunda-feira (7), no Barradão. O jogo foi o primeiro do Leão como mandante na Série B do Brasileiro. Antes, na estreia da competição, havia empatado em 1x1 com o Guarani, em Campinas. 

Ídolo do Vitória na época de jogador, Rodrigo Chagas treinava a equipe sub-20 do Leão até o ano passado, quando foi promovido a técnico interino entre a saída de Eduardo Barroca e a chegada de Mazola Júnior. Se saiu bem, ganhou a confiança da torcida e retornou ao comando do time, em dezembro, dessa vez já efetivado no cargo, após a demissão de Mazola. 

Rodrigo iniciou a temporada 2021 à frente da equipe e participou da formação do elenco, mas não alcançou os objetivos traçados. Este ano, o Vitória chegou às semifinais da Copa do Nordeste, mas não conseguiu passar da fase classificatória do Campeonato Baiano. Ele comandou o Vitória em 34 partidas, sendo quatro delas como interino. Foram 13 triunfos, 14 empates e sete derrotas. O aproveitamento é de 52%.

Sem Rodrigo Chagas, a delegação do Vitória viajou para Porto Alegre no início da tarde desta terça-feira e fará um único treino sob o comando de Ramon Menezes antes do jogo contra o Internacional. A atividade será realizada na tarde de quarta-feira (9), no centro de treinamento do Grêmio. 

A primeira missão de Ramon não será fácil. Na estreia à beira das quatro linhas, tentará reverter resultado adverso para classificar o time às oitavas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, disputado no Barradão, o Vitória foi derrotado por 1x0. Por isso, para garantir a vaga no tempo regulamentar, o Leão precisa vencer por dois gols de diferença. Triunfo rubro-negro por um tento de diferença leva a decisão para os pênaltis.   

A história de Ramon Menezes no Vitória como jogador é de destaque. Ele vestiu a camisa rubro-negra em duas ocasiões. Primeiro, entre 1994 e 1995. Depois, de 2008 a 2010. São seis títulos na coleção: cinco do Campeonato Baiano e um da Copa do Nordeste. 

O trabalho de maior destaque como técnico foi no Vasco, no Brasileirão do ano passado. A equipe carioca deslanchou no começo da competição e chegou inclusive a ocupar o posto de líder, mas acabou rebaixado à Série B no final da temporada. Ramon foi demitido antes, após derrota para o Bahia, quando o cruzmaltino ocupava a 10ª colocação. 

Antes, já havia treinado clubes de menor porte: Anápolis-GO, Guarani de Divinópolis-MG, Joinville-SC e Tombense-MG. O último clube que Ramon Menezes treinou foi o CRB. Ele foi demitido em novembro, após nove partidas na Série B. Com a equipe alagoana, venceu apenas duas vezes, empatou outras duas e perdeu cinco. 

Para a partida, o novo treinador não poderá contar com o goleiro Ronaldo. Machucado, ele desfalcará o time pelo segundo jogo consecutivo. Substituto diante do Náutico, Lucas Arcanjo deve ser mantido como titular. Cabral será a opção no banco. Com o tornozelo contundido, o lateral esquerdo Pedrinho também está fora. O meia Bruno Oliveira e o atacante Ronan não podem atuar, pois já defenderam outras equipes em fases anteriores da Copa do Brasil. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas