Ramon Menezes lamenta novos erros de bola aérea do Vitória

e.c. vitória
25.07.2021, 05:30:00
Eduardo chegou a empatar, mas gol do CSA aos 44 minutos atrapalhou (Augusto Oliveira / CSA)

Ramon Menezes lamenta novos erros de bola aérea do Vitória

Treinador esperava mais concentração após ter vencido a Ponte

O técnico Ramon Menezes esperava mais do Vitória diante do CSA no sábado (24). Depois de tirar o peso do jejum ao vencer a Ponte Preta na rodada anterior, o comandante achava que o time entraria mais tranquilo em campo, porém perdeu por 2x1 em Maceió por um erro defensivo.

"Criamos uma expectativa muito grande depois da nossa vitória. Contra a Ponte, a gente teve dificuldade no início, mas terminamos jogando bem. Criou-se uma expectativa devido ao resultado positivo. Tinha certeza de que iríamos entrar mais leves nesse jogo e as coisas iriam acontecer, mas erramos em detalhes", disse o treinador rubro-negro.

O Vitória foi derrotado com um gol aos 44 minutos da etapa final, numa falha defensiva coletiva que acabou com Lucão livre na pequena área. Antes disso, o Leão tinha tomado um gol aos 28 minutos e empatou de pênalti aos 34.

"Tomamos um primeiro gol de uma jogada que nasceu de um arremesso lateral. O outro, de escanteio. Quando você toma um gol dessa maneira, é difícil. No segundo tempo, nós cometemos esses dois erros. Eu costumo dizer que são erros coletivos. Nós tomamos um gol de bola parada novamente, uma situação que a gente treina muito. A gente está extremamente chateado", comentou o treinador.

Com a derrota, o Vitória segue fora da zona de rebaixamento, em 15º, com 12 pontos, mas tem a mesma pontuação do 17º colocado. Na terça-feira (27), o rubro-negro recebe o Grêmio pela Copa do Brasil, no Barradão, às 21h30.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas