Rapper morreu após ingerir analgésicos para esconder da polícia, diz site

mundo
10.12.2019, 16:21:36
Atualizado: 10.12.2019, 16:30:00
(AFP)

Rapper morreu após ingerir analgésicos para esconder da polícia, diz site

Piloto avisou às autoridades que os passageiros estavam levando drogas e armas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O rapper Juice Wrld morreu depois de engolir vários analgésicos para esconder da polícia, diz o site Radar Online. Ele sofreu uma convulsão no último domingo (8) na área de desembarque do aeroporto de Chicago, nos EUA, e acabou morrendo depois de ser socorrido.

Juice Wrld estava viajando em um jatinho particular com amigos e sua equipe de seguranças, seguindo de Los Angeles para Chicago, onde celebria seu aniversário. Ele completou 21 anos no início do mês. 

Durante o voo, o piloto avisou às autoridades locais que os passageiros estariam levando drogas e armas. Antes do pouso, o rapper e os amigos foram avisados de que suas malas seriam revistadas no desembarque. O rapper decidiu então ingerir os analgésicos e pouco depois começou a convulsionar.

Quando Juice passou mal, os policiais foram avisados do que ele tinha feito e começaram um tratamento de emergência para oversodes de opióide. Assim, o rapper chegou com vida ao hospital, mas acabou morrendo cerca de uma hora depois.

Na revista, os policiais acharam 31 quilos de maconha, seis acixas de codeína e três pistolas. Dois membros da equipe de segurança de Juice, Henry Dan, 27, e Christopher Long, 36, foram presos no aeroporto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas