Rede Nordeste debate 1ª visita de Bolsonaro à região pós-eleição

bahia
23.05.2019, 13:54:13
Atualizado: 23.05.2019, 16:38:56

Rede Nordeste debate 1ª visita de Bolsonaro à região pós-eleição

Presidente se reúne com governadores da região em Recife; protestos estão previstos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Cinco meses depois de assumir a Presidência da República, Jair Bolsonaro realiza sua primeira viagem oficial ao Nordeste do país nesta sexta-feira (24). A visita é o tema do programa Conexão Nordeste, no qual os jornalistas Jorge Gauthier (CORREIO), Jamildo Melo (JC Online, do Recife) e Italo Coriolano (O Povo, de Fortaleza) discutem a importância da visita e temas relacionados.

O presidente desembarca primeiro em Recife, onde participa de uma reunião com governadores dos estados da região, além de Minas Gerais e do Espírito Santo, na qual deve anunciar um acréscimo de R$ 2,1 bilhões para o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, voltado para obras de infraestrutura.

O presidente também irá a Petrolina (PE), na divisa com Juazeiro, no Norte da Bahia, onde vai entregar imóveis do Minha Casa, Minha Vida e assinará ordem de serviços para construção de dois viadutos e duplicação da BR-428.

O Nordeste é a região em que Bolsonaro tem a sua pior avaliação. Segundo pesquisa Datafolha divulgada no mês passado, 39% dos nordestinos consideram o seu governo ruim ou péssimo ante 30% da média nacional.

Nas eleições, ele também foi derrotado nos nove estados da região, ficando atrás do então candidato Fernando Haddad (PT). Diante do quadro, o presidente deve ser recebido com protestos nas duas cidades pernambucanas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas