Refeições na Semana Santa devem ser consumidas com cautela

salvador
31.03.2021, 17:25:14
Atualizado: 31.03.2021, 18:02:39
(Foto: Bruno Concha/Secom)

Refeições na Semana Santa devem ser consumidas com cautela

Neste momento de pressão no sistema de saúde, o zelo é ainda mais necessário

As celebrações da Semana Santa, tradicionalmente, costumam ter refeições com tempero mais acentuado e que levam azeite de dendê nas preparações. Entretanto, não é porque a data é comemorativa que é preciso exagerar no consumo destes alimentos, afinal, isso pode causar mal-estar e até problemas mais sérios. Também é importante prestar atenção na ingestão combinada de certas comidas.
 
Cuidar da alimentação e maneirar no consumo de bebidas alcoólicas, principalmente nos períodos festivos, pode evitar que o cidadão tenha necessidade de buscar por um atendimento especializado de saúde. Neste momento difícil que enfrentamos, com pressão no sistema público de saúde em função da pandemia do coronavírus, este zelo se faz ainda mais necessário.
 
A nutricionista dos restaurantes populares Cuidar de Pau da Lima e São Tomé de Paripe, Raquel Andrade, que também atua na coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan) da Prefeitura, explicou que o modo de preparo do peixe, alimento mais comum nas refeições do período, pode facilitar a digestão e a melhor absorção dos nutrientes. Mas ainda é preciso estar alerta com os pratos que usam o dendê.
 
"É importante tomar cuidado com o excesso de comida com muito condimento, vatapá, caruru e com os peixes fritos. O ideal é preferir sempre o peixe assado, grelhado ou cozido. Na hora de consumi-lo é importante para alguns tipos de peixe retirar o couro, pois a gordura boa está presente na carne", detalhou.
 
Escolhas adequadas
A atenção com a refeição deverá acontecer desde a escolha do pescado que será apreciado. Um alimento bem selecionado, vai agregar na saúde de quem ingerir. Os peixes com preços mais acessíveis e ricos em Ômega 3, pontuou Raquel, são cavala, dourado, corvina, atum e merluza.
 
A profissional explicou ainda que seja qual for a receita adotada para o preparo do peixe, é recomendado fazer uso de temperos naturais. Eles vão deixar a refeição mais leve, evitando que provoque desconforto abdominal ou, em casos mais graves, intoxicação alimentar por excesso.
 
Ao escolher a sobremesa também é interessante refletir sobre a combinação de alimentos que será feita. Doces que usam leite condensado ou creme de leite na preparação não são indicados.
 
Locais de compra
Os mercados municipais estão de portas abertas, seguindo todos os protocolos sanitários, para que a população possa fazer as compras para a celebração da Semana Santa sem transtornos. 
 
O Mercado Popular de Água de Meninos, na Cidade Baixa, funciona das 5h às 14h, de segunda a sábado, e das 5h às 12h, do domingo. Os mercados do Jardim Cruzeiro, São Cristóvão e Dois de Julho, assim como o Nacs Periperi, abrem de segunda a sábado, das 10h às 15h, e no domingo, das 10h às 13h.
 
No mercado de Itapuã, o horário de funcionamento vai das 10h às 16h, de segunda a sábado, e das 10h às 13h no domingo. O Nacs Itapuã, na Avenida Dorival Caymmi, também está aberto no mesmo horário.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas