Reflexão, doação e compromisso social

artigo
28.12.2017, 05:00:00

Reflexão, doação e compromisso social

Por Cláudio Cunha*

A chegada  do Ano Novo é um momento especial para reunir a família, amigos e parceiros para confraternizar, celebrar conquistas e reforçar laços. Um tempo para refletirmos sobre solidariedade. E para nós da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia essa reflexão nos remete às parcerias que conseguimos firmar e às ações que contribuíram para reforçar o compromisso e responsabilidade social da associação.

Direcionamos o nosso foco para contribuir com as pessoas que têm talento, mas não possuem conhecimento em gestão ou tiveram poucas oportunidades de mostrá-los. Buscando cumprir essa meta, tomamos conhecimento do projeto Bahia Revoluções Criativas, do Instituto ACM.

O Projeto promove a formação em gestão de negócio, empreendedorismo, noções de design sustentável e reaproveitamento de resíduos. Os programas de capacitação e qualificação foram criados para gerar trabalho e renda.

Dessa forma, as ações promovem transformações de vida de forma autossustentável através de produtos que valorizam a identidade cultural baiana e estão alinhados às diretrizes mundiais de sustentabilidade.

A ADEMI-BA também contribuiu para uma instituição que oferece assistência a famílias em situação de risco social, proporcionando educação e formação profissional para crianças e jovens. Refiro-me à Fundação Lar Harmonia, com sede em Piatã, que há mais de 20 anos funciona de forma filantrópica.

O projeto é dividido em núcleos que oferecem os serviços de consultoria jurídica, atendimento odontológico, psicológico, creche, escola e área de promoção social. Voltar o olhar ao próximo e estimular instituições que dão atenção aos menos assistidos está entre os nossos pilares.

Apoiamos também o lançamento do livro “A Favela é Bella: os dois lados da moeda”, do escritor Reginildo Santos. A obra traz relatos da vida do autor, que começaram a ser registrados desde que ele aprendeu a ler, quando tinha seis anos.

No primeiro semestre de 2018, vamos celebrar o lançamento dessa obra, que será publicada em larga escala para que a sociedade conheça mais uma história de sucesso e superação, como a de muitos brasileiros que têm uma jornada cheias de desafios.

Outro projeto que merece destaque para tornar Salvador uma cidade cada vez mais sustentável é o IPTU Verde, que certamente no próximo ano deverá ter uma proposta mais atraente e com maior adesão dos empreendimentos empresariais e residenciais de Salvador.

A medida visa oferecer benefícios para imóveis que adotam trabalhos sustentáveis, ou seja, para ter desconto no IPTU é preciso cumprir requisitos que estão em uma lista de ações sustentáveis. Afinal, ter uma cidade mais limpa, mais verde e bem cuidada é um desejo de todo cidadão que pensa nessa e nas futuras gerações.

Nesse sentindo, concluímos que é esse processo reflexivo que nos faz olhar para trás e perceber os acertos da ADEMI na área de responsabilidade social. Temos novidades para 2018 mas falaremos delas mais à frente. Adiantamos que uma delas está relacionada ao Selo de Responsabilidade Social, o qual visa estimular as empresas associadas a se unirem em iniciativas de impacto social.

Por ora, nos resta agradecer a todos os parceiros e associados que estiveram com a gente, acreditando e incentivando cada projeto. Para nós, o Ano Novo representa isso: doação e cuidado com a sociedade. 


*Cláudio Cunha é presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (ADEMI-BA)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas