Relembre erros e acertos das previsões de Mãe Dináh

brasil
03.05.2014, 18:49:00

Relembre erros e acertos das previsões de Mãe Dináh

Do acidente aéreo que matou os Mamonas Assassinas ao relacionamento de Grazi Massafera e Cauã Reymond

Considerada a maior vidente brasileira, Benedicta Finazza, ou simplesmente Mãe Dináh, faleceu neste sábado (3), aos 83 anos. A médium, que se considerava “sensitiva e intuitiva com percepção extra-sensorial” e possuía registro de terapeuta holística, ganhou notoriedade por ser apontada como "vidente pessoal" do presidente deposto Fernando Collor de Melo.

(Foto: Reprodução)


No entanto, foi pelo fato de supostamente ter previsto o acidente fatal dos Mamonas Assassinas, em 1996, que ela se tornou nacionalmente conhecida. À época, Mãe Dináh afirmava que sempre que via o grupo na televisão eles apareciam envolvidos por fumaça preta. Em março do mesmo ano, o avião que levava os artistas se chocou com a Serra da Cantareira.

Outro de seus casos famosos – mas, desta vez, nada certeiro – foi a previsão da vitória do piloto de Fórmula-1 Ayrton Senna, no campeonato de 1994. Ele morreu em maio daquele ano durante o GP de San Marino, em Ímola, na Itália.

Devido a esses casos, em meados da década de 90, a médium passou a marcar presença em diversos programas de televisão para divulgar suas visões sobre celebridades.

Entre as previsões recentes da vidente estão a de que o Corinthians conquistaria o título da Libertadores e a de que o Santos venceria o Paulista, ambos fatos ocorridos em 2012.

O casal Grazi Massafera e Cauã Reymond também foi alvo de suas vidências, as quais afirmavam que o relacionamento dos dois não iria durar muito e que seria marcado por "tempestades em copo d'água e críticas". A separação do calas foi noticiada em outubro de 2013 – logo após surgirem boatos de que Cauã teria se envolvido com a também atriz Ísis Valverde, nos bastidores da série "Amores Roubados"  – e confirmada em dezembro do mesmo ano.



Reportagem iBahia:
Relembre erros e acertos das previsões de Mãe Dináh

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas