Remou, remou... Vitória sai na frente e leva virada do Remo no Barradão

e.c. vitória
10.09.2021, 21:04:00
Atualizado: 10.09.2021, 23:09:56
(Arisson Marinho/CORREIO)

Remou, remou... Vitória sai na frente e leva virada do Remo no Barradão

Rubro-negro volta a perder na Série B após seis partidas invicto e segue na zona de rebaixamento

Acabou a sequência de invencibilidade do Vitória na Série B. Após ficar seis jogos sem perder, o Leão foi derrotado de virada pelo Remo, na noite desta sexta-feira (10), no Barradão. O rubro-negro fez um primeiro tempo bom e abriu o placar com Marcinho. Mas tirou o pé na segunda etapa e deixou o rival jogar. Marcos Júnior e Lucas Tocantins marcaram e assinalaram o 2x1.

Com o resultado, o Vitória segue com os 23 pontos e permanece na zona de rebaixamento, na 17ª colocação. Mas ainda pode ser ultrapassado na tabela pelo Londrina, que tem 21 pontos e encara o Botafogo neste sábado (11), às 16h30, no Engenhão.

Na próxima rodada, o Vitória visita o Brusque em Santa Catarina. O jogo será na próxima sexta-feira (17), às 16h, no estádio Augusto Bauer. Para a partida, o Leão não terá sua dupla de zaga titular, Mateus Moraes e Wallace, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Primeiro tempo

Como esperado, o técnico Wagner Lopes escalou o time com a base que vencera o Operário por 1x0 fora de casa - exceção ao retorno de Roberto à lateral esquerda, o que deslocou Mateus Moraes de volta para a zaga e mandou Thalisson Kelven para o banco. O Leão dominou o primeiro tempo. Atento desde os primeiros minutos, já começou fazendo três boas jogadas seguidas. 

Primeiro, Samuel achou Marcinho, que driblou Rafael Jansen, só que perdeu a bola em seguida - o atacante, porém, estava em posição de impedimento. Depois, David arriscou de fora da área e a bola passou pertinho do gol de Vinícius. Em seguida, o camisa 7 tentou mais um chute de longe e a bola foi muito alta.

A intensidade deu resultado. Aos 11 minutos, o Vitória abriu o placar com um lindo gol. Samuel deu um passe de letra para Bruno Oliveira, que lançou para Marcinho na ponta esquerda. O atacante driblou Thiago Ennes e bateu cruzado, mandando no fundo da rede.

Gol de Marcinho sobre o Remo
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

O rubro-negro ficou pertinho de ampliar aos 23 minutos, quando Mateus Moraes cabeceou à queima roupa, Vinícius fez grande defesa e impediu o segundo gol do Leão.

O Vitória diminuiu o ímpeto e passou a cozinhar o jogo. Sem fazer muita pressão, só voltou a ter uma boa chance aos 39, quando Samuel tocou de cabeça e David pegou de voleio, porém a bola foi por cima da meta.

Segundo tempo

O Remo voltou melhor para o segundo tempo, pressionando o Vitória. E assustou com duas cobranças de falta de Gedoz. Na primeira, aos 5 minutos, Rafael Jansen chegou na bola e cabeceou para fora. Na segunda, aos 11, a batida foi fechada e quase surpreendeu Lucas Arcanjo.

O empate veio aos 16 minutos. Matheus Oliveira acionou Marcos Júnior na pequena área, que teve apenas o trabalho de colocar para o fundo do gol: 1x1.

Aos 25, em um ataque do Vitória, Raimar furou e a bola sobrou para Marcinho. Em dividida com o goleiro Vinícius, o camisa 11 caiu. Inicialmente, o árbitro Felipe Fernandes Lima assinalou o pênalti. Porém, foi chamado pelo VAR e, ao consultar o vídeo, mudou de ideia e deu bola ao chão.

O lance entre Marcinho e Vinícius, que teve pênalti anulado pelo árbitro
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

O Remo voltou a chegar com perigo aos 39 minutos, quando Gedoz acionou Lucas Tocantins de frente para o gol. Lucas Arcanjo saiu e afastou. Aos 43, a virada dos visitantes: Marcos Júnior fez boa jogada e lançou para Lucas Tocantins. O jogador tirou de Lucas Arcanjo e fez o 2x1. O lance chegou a ser checado pelo VAR, mas também foi confirmada a posição legal.

No fim, o Vitória tentou o empate em uma jogada de bate-rebate na grande área do Remo. Vinícius fez grande defesa. Fernando Neto também tentou de fora da área, no entanto a bola só carimbou o travessão e o resultado foi selado.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Remo - 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Vitória: Lucas Arcanjo, Van, Mateus Moraes, Wallace e Roberto; Pablo Siles (Cedric), Fernando Neto e Bruno Oliveira (Soares); David (Ronan), Marcinho (Eron) e Samuel (Mateusinho). Técnico: Wagner Lopes.

Remo: Vinícius, Thiago Ennes (Pingo), Rafael Jansen, Marlon e Raimar; Lucas Siqueira (Lucas Tocantins), Anderson Uchôa (Marcos Júnior) e Felipe Gedoz, Arthur, Rafinha (Wellington Silva) e Matheus Oliveira (Jefferson). Técnico: Felipe Conceição.

Estádio: Barradão
Gols: Marcinho, aos 11 minutos do primeiro tempo; Marcos Júnior; aos 16 minutos, e Lucas Tocantins, aos 43 minutos do segundo tempo;
Cartões amarelos: Marcinho, Mateus Moraes, Wallace e Samuel, do Vitória; Matheus Oliveira e Marcos Júnior, do Remo
Cartão vermelho: Caíque (no banco), do Vitória;
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima, auxiliado por Ricardo Junio de Souza e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (trio de Minas Gerais).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas