Repórter da CNN Jairo Nascimento relata racismo em clube de São Paulo

brasil
21.03.2021, 20:38:00
Atualizado: 21.03.2021, 20:45:58
Jairo Nascimento (reprodução Instagram)

Repórter da CNN Jairo Nascimento relata racismo em clube de São Paulo

Caso aconteceu no Clube Pinheiros e jornalista se recusou a concluir reportagem

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O repórter da CNN Jairo Nascimento foi alvo de racismo no Clube Pinheiros, em São Paulo. Ele e a equipe da emissora iam fazer fazer uma reportagem sobre atletas olímpicos na pandemia.  

Ao chegar ao local, Nascimento foi recebido pela diretora-adjunta de comunicação do clube, Ana Paula Adamy, que perguntou quem era o repórter encarregado e duvidou da resposta quando a ouviu. 

Segundo o jornalista, Ana Paula e outro diretor identificado como Fábio questionaram a isenção da reportagem, temendo que fosse caracterizada como tendenciosa. A reportagem acabou sendo cancelada. 

Outras pessoas já afirmaram ter sido vítimas de racismo no Clube Pinheiros. Foi o caso do medalhista de ouro na Copa do Mundo de Ginástica Artística Ângelo Assumpção, vítima de racismo pelos colegas. A também ginasta Jackelyne Silva, que morreu em janeiro de 2019 aos 17 anos, foi despedida dias antes por meio de uma mensagem no WhatsApp. Os pais disseram que o tratamento é resultado de um comportamento discriminatório comum aos atletas bolsistas. Já a advogada Roberta Loria fez uma denúncia em 2015 sobre a exigência da instituição de que as babás que acompanham as crianças sócias estejam vestidas de branco.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas