Rodoviários de Salvador anunciam greve para a semana que vem

salvador
09.05.2019, 14:35:00
Atualizado: 09.05.2019, 15:40:22

Rodoviários de Salvador anunciam greve para a semana que vem

Data para a paralisação ainda não foi definida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Foto: Tailane Muniz/Arquivo CORREIO

Os rodoviários de Salvador decidiram que vão entrar em greve a partir da semana que vem. A informação foi confirmada ao CORREIO por Fábio Primo, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia. Segundo ele, a suspensão das atividades ainda não tem data definida. Nesta sexta-feira (10), a classe trabalhadora e o os patrões se reunirão às 10h30, no Ministério do Trabalho e Emprego.

A decisão da suspensão aconteceu nesta quinta-feira (9), após uma reunião do sindicato com a categoria, que ocorreu na quadra de esportes do Ginásio dos Bancários, na região dos Aflitos, em Salvador. Os rodoviários entrarão em greve por conta de um impasse salarial.

Ao CORREIO, o secretário municipal de Mobilidade (Semob) Fábio Mota informou que segue mediando as negociações. "Eles aprovaram a greve, mas ainda não há uma data. Tivemos uma reunião hoje de manhã com os empresários, que fizeram a proposta de 2,7%. Seguimos mediando a situação".

Através da sua assessoria de comunicação, o Ministério Público do Trabalho (MPT) informou que historicamente participa dessa mediação, mas está apenas monitorando o caso. Acrescentou ainda que é a Semob quem media o impasse.

Já o assessor de relações de trabalho do Consórcio Integra, Jorge Castro, que representa a classe patronal, informou que "soube pela imprensa que os rodoviários se reuniram, fizeram uma assembleia e decidiram pela greve". "Ainda não fomos comunicados oficialmente da greve, então não há posicionamento por enquanto", disse.

Impasse
Enquanto os representantes patronais ofereceram reajuste salarial de 2,7%, os trabalhadores exigem aumento de 8% na remuneração e 15% no tíquete refeição. Além disso, a contraproposta patronal está condicionada à aceitação pelos trabalhadores de corte de direitos, como redução de um domingo de folga e fim das horas-extras, o que para os trabalhadores é inaceitável.

Já a categoria também pede medidas consideradas por eles como "sociais", como um ônibus para atender aos trabalhadores nos terminais de linha, diminuir o "turnão" realizado durante o plantão do final de semana, além da prioridade para contratação de profissionais advindos da escolinha do sindicato.

A última reunião entre trabalhadores e patrões aconteceu no dia 2 de maio, quando foi aprovado o estado de greve em Salvador. A medida significava que a categoria pode paralisar as atividades a partir de 48h da decisão. O anúncio foi feito após uma reunião na sede do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). À época, os empresários não apresentaram propostas, segundo a categoria.

Por conta da campanha salarial, os rodoviários chegaram a atrasar a saída de 600 ônibus das garagens no dia 25 de abril, em três garagens diferentes do consórcio Integra, sendo uma da bacia amarela (Plataforma), uma da verde (OT Trans) e outra da linha azul (Salvador Norte). As empresas foram multadas - o valor não foi informado pela Semob.

Segundo informações da Integra, a frota de Salvador atualmente conta com 2,4 mil ônibus e 1,3 milhão de usuários por dia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-da-lapinha-falam-ao-contrario-e-tem-um-dialeto-o-gualin/
Há meio século, falar ao contrário é considerado sinal de pertença para os moradores “raiz” do bairro da Lapinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/elza-soares-aos-90-e-cheia-de-projetos/
Cantora lança releitura de 'Juízo Final' e faz live neste sábado (4), com participação de Flávio Renegado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/como-tratar-a-dor-da-chikungunya-entenda-fases-da-doenca/
Registro de casos aumentou 440% na Bahia nos últimos seis meses; sintoma pode se tornar crônico e durar anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cheias-de-bossa-bebel-gilberto-lanca-parceria-com-martnalia/
Confira também o clipe Hipnose, de Larissa Luz, e a canção Caxixi, de Mariene de Castro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-o-video-filha-interrompe-entrevista-por-videochamada-e-vira-sensacao-nas-redes/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bia-doria-e-val-marchiori-geram-revolta-ao-falar-de-sem-teto-gostam-de-ficar-na-rua/
Socialite e primeira-dama do estado de SP disseram que pessoas não vão para abrigos pois 'não querem responsabilidades'
Ler Mais