Rui Costa pede suspensão temporária do pagamento de dívidas ao presidente do STF

coronavírus
27.04.2020, 19:58:00
Atualizado: 27.04.2020, 19:58:56
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Rui Costa pede suspensão temporária do pagamento de dívidas ao presidente do STF

Solicitação, feita junto com outros governadores, é para que recursos sejam utilizados no combate ao coronavírus

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O governador da Bahia, Rui Costa, participou de uma videoconferência com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, para pedir suspensão temporária do pagamento de dívidas junto à União. O pedido é para que os recursos sejam utilizados nas ações de combate ao novo coronavírus. 

Rui Costa informou sobre a conversa durante transmissão ao vivo em suas redes sociais, na noite desta segunda-feira (27).  A reunião também teve as presenças virtuais de outros governadores, do ministro Alexandre de Moraes, do advogado geral da União, André Mendonça, e de procuradores dos estados, e foi em caráter de audiência de conciliação.

Segundo Rui, a expectativa é de que o impasse seja solucionado em breve.

"Foi uma reunião extremamente positiva, onde o presidente do STF determinou que Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNDES se manifestem em até 24 horas para que essas instituições financeiras possam se posicionar sobre o pedido dos governadores. Além disso, ficou estabelecido o prazo de cinco dias para que as partes envolvidas, Estados, Governo Federal, e bancos, possam chegar a um acordo", explicou.

"Nos próximos dias haverá uma intensa negociação nesse sentido. Nosso esforço deve ser voltado a salvar vidas humanas e assistir à população mais carente dos estados", continuou o governador da Bahia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas