Saiba como descartar eletrônicos e óleo de cozinha sem prejudicar o meio ambiente

salvador
21.09.2021, 13:24:00
Atualizado: 21.09.2021, 13:25:11
(Divulgação)

Saiba como descartar eletrônicos e óleo de cozinha sem prejudicar o meio ambiente

Drive-thru vai recolher materiais de 18 a 24 de setembro

É comum se pegar sem saber o que fazer quando decidimos aposentar um celular ou um eletrodoméstico. Também existe muita dúvida quando tem óleo de cozinha para descartar. Mas calma, é possível se livrar disso tudo sem prejudicar o meio ambiente.

Até esta sexta-feira (24), a SOLOS, startup baiana focada em desenvolver soluções para reduzir o lixo das cidades, vai fazer um mutirão para recolher resíduos. O espaço Braskem Recicla, instalado em frente ao Jardim dos Namorados, funciona das 8h às 20h. No espaço, é possível levar plásticos, papel, papelão, óleo de cozinha (que deve ser colocado dentro de uma garrafa plástica fechada), eletrônicos, eletrodomésticos, metais e vidro.

Havwerá ainda um sistema de coleta porta a porta, nos estabelecimentos comerciais e residenciais que estão em raio de 1km do drive-thru; e programetes especiais.

Neste ano, a ação tem objetivo de coletar duas toneladas de resíduos, gerando R$10 mil em renda para a cooperativa parceira Cooperaguary, mais a venda do material arrecadado. Durante o funcionamento no primeiro final de semana do projeto, já foram arrecadados cerca de 825 kg de recicláveis.

Saville Alves e Gabriela Tiemy, sócias fundadoras da Startup baiana, falam que esta é uma iniciativa para todos que desejam reciclar seus resíduos, mas ainda não sabem como proceder.

“Por este motivo, proporcionamos o acesso à coleta ‘porta a porta’ em estabelecimentos comerciais e residenciais do entorno, mostrando como pode ser fácil e simples destinar corretamente os resíduos. Além disso, com essa ação, entendemos que pode ser um primeiro passo para que o cidadão ou empresário adote a reciclagem de maneira contínua junto à Cooperaguary, cooperativa parceira que participa com a gente”, frisa.

No caso do drive, segundo Gabriela Tiemy, qualquer pessoa pode levar seus resíduos recicláveis, se atentando para alguns cuidados. “Tudo deve estar higienizado, sem sobras de comida ou líquidos”, orienta.

Ela conta ainda que na primeira edição do projeto, que ocorreu em setembro do ano passado, dentro de um drive-in, no Centro de Convenções, foram coletadas seis toneladas de resíduos, durante um mês de funcionamento, além dos resíduos gerados ao longo das atrações do espaço, como show de Nando Reis e o stand up de Leandro Hassun, gerando R$20 mil reais em renda.

Realizado pela SOLOS em parceria com a Braskem, a iniciativa conta com o apoio institucional da Prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Sustentabilidade e Resiliência (SECIS) e da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas