Saiba como enxergar e usar seus pontos fortes para encontrar trabalho

empregos
18.09.2017, 06:00:00
(Ilustração/Morgana Lima)

Saiba como enxergar e usar seus pontos fortes para encontrar trabalho

Saber enxergar os próprios pontos fortes vei te ajudar na carreira

“Me conte os seus pontos fortes”. Quem nunca ouviu essa frase em uma entrevista de emprego que atire a primeira pedra. Queridinho dos recrutadores, os “pontos fortes” são aquelas competências que fazemos sem esforço e que podem garantir desde uma vaga de trabalho até a clareza para a escolha de uma carreira. Para alguns, porém, o problema pode estar justamente em identificar essas qualidades.

De acordo com Juliana Mulato, coach de realização profissional e especialista em talentos, isso pode ter explicação no fato de que “somos educados a olhar os pontos fracos como incentivo de melhoria”. Por outro lado, ela aponta que quando prestamos atenção nos pontos fortes, os resultados são mais efetivos. Para Juliana, uma forma de se perceber é escrever um ‘diário de bordo’. “Nele você escreve o que fez, o que faria de diferente e os resultados que teve, sempre com o olhar atento para isso”, aconselha.

Diana Saraiva, coaching há sete anos e trainer da BrasCoaching, também concorda que o primeiro passo para ter essa percepção é se conhecer. Quem sabe os seus pontos fortes “conhece muito bem a si mesmo e isso ajuda a identificar as próprias forças”, explica. Um exercício que pode ajudar é refletir sobre as seguintes questões: as pessoas me procuram em quais situações? Quando me pedem ajuda? Por que gostam de mim? Essas perguntas, inclusive, podem ser feitas aos colegas de trabalho, amigos e família.

E as vantagens?

Segundo Sandra Fiamoncini, diretora da RH e Cia e especialista na área de recrutamento e seleção, o conhecimento sobre seus  pontos fortes pode ser utilizado de forma estratégica. Exemplo: em caso de processo seletivo para emprego, “a pessoa pode citar essas características no currículo e na hora da entrevista já saberá dizer com segurança quais são eles”, diz. Para dar mais credibilidade, é importante exemplificar e contextualizar com experiências reais.

Para a coach Juliana, outra forma de utilizar essas competências ao próprio favor é na hora de escolher um direcionamento profissional. “Os pontos fortes são alinhados com o talento, é aquilo o que eu faço bem feito. Se eu sei quais são esses pontos, isso me ajudará a encontrar um trabalho que me traz realização profissional”, explica. O segredo, portanto, é ter clareza.

Identifique os seus pontos fortes

Sou muito bom: Sabe aquela competência que você desenvolve muito bem ou aquela atividade que faz em pouco tempo enquanto os outros levam horas batendo a cabeça? Aí pode estar o seu ponto forte.

Reflita: No seu ambiente de trabalho, entre amigos ou família, por que as pessoas te procuram? Elas sempre te pedem ajuda para algo específico? A resposta também pode ser o seu ponto forte.

Pergunte: Converse com as pessoas que estão ao seu redor e pergunte o que  admiram em você e o que consideram ser um diferencial. Isso pode ajudar.

Avaliação de desempenho: Já foi avaliado dentro da empresa em que trabalha/trabalhou? Revise o feedback. Caso não tenha feito, vale conversar com os colegas e com o chefe - caso tenha liberdade para isso.

Profissional: Já pensou em procurar a ajuda de um coach? Ele pode te ajudar a identificar quais as suas forças e as suas fraquezas.

Autoconhecimento: O primeiro passo para saber quais as suas forças é se conhecer. Reserve um tempo para refletir sobre as suas próprias experiências. Se gosta de escrever, ainda vale investir em um diário.

Realidade: Se considera perfeccionista e enxerga isso como um ponto forte? Tudo bem, mas que tal contextualizar quando estiver em uma entrevista de emprego, por exemplo. Isso reforça a sua competência.

Potencialize: Tem consciência dos seus pontos fortes? Aproveite isso  e potencialize-os. Muitas vezes é mais interessante investir neles do que se preocupar apenas com os fracos.

Quem descobrir quais os seus pontos fortes? Com a colaboração da coaching de realização profissional e especialista em talentos, Juliana Mulato, disponibilizamos dez questões para você responder. Elas te ajudarão a refletir sobre as suas forças. Pegue o papel e caneta e boa atividade! 


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas