Saiba como fazer sua própria horta em casa para garantir produtos saudáveis

salvador
11.01.2018, 09:27:24

Saiba como fazer sua própria horta em casa para garantir produtos saudáveis

Além de ter produtos mais saudáveis, ainda é possível economizar

Há quase uma década, a aposentada Inácia Meira, 67 anos, aboliu a carne vermelha da sua alimentação e passou a consumir mais legumes e verduras. A decisão abriu precedente alguns anos depois para a produção caseira de hortaliças como coentro, cebolinha, salsa, alface, além de tomates e pimenta. 

Em sua pequena horta, no quintal de casa, em Cidade Nova, a dona de casa planta em caqueiros e pneus velhos. No começo da horta há dois anos, ela recorria aos supermercados e lojas especializadas para adquirir os grãos e adubo para a terra e agora faz uso de restos de frutas e legumes, além de reaproveitar sementes das matrizes já plantadas.

A aposentada Inácia cultiva coentro, salsa, alface, tomates e pimenta no quintal de casa, em Cidade Nova
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

Economia
Sem agrotóxicos e atravessadores, os gêneros produzidos em casa são, além de mais saudáveis, mais benéficos para o bolso. O aposentado José Matheó, 73, acredita numa economia fixa de pelo menos R$ 20 por semana. “Parece pouco, mas além de poupar com idas a feiras e mercados, estou consumindo algo que sei  a procedência”, conclui o morador de Pernambués, que cultiva pimenta, acerola, hortelã, cebolinha, alecrim, coentro e manjericão.

A nutricionista Alice Alagia acredita que a tendência de cultivar hortaliças e pequenas verduras e legumes em casa é importante para aliar economia e bem-estar. “Os produtos comprovadamente orgânicos são mais caros até 20% que os convencionais. Além disso, alimentos como tomate cereja, cenoura do tipo baby e hortaliças podem ser cultivados em pequenas hortas e são ricos em vitaminas e minerais. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas