Salvador não tem registro de folia irregular nos circuitos oficiais neste domingo

salvador
14.02.2021, 21:16:10
(Tiago Caldas/Correio)

Salvador não tem registro de folia irregular nos circuitos oficiais neste domingo

Únicos pontos de aglomeração registrados foram nas praias da Barra e do MAM; Guarda Municipal fez a dispersão

A pandemia de coronavírus, que desde março de 2020 mudou o mundo, interferiu de forma que jamais esperávamos na história do carnaval baiano. Um domingo de carnaval sem povo nas ruas, sem acordes e sem trio elétrico. A maioria dos baianos cumpriu a determinação de evitar aglomerações, ao menos nos circuitos tradicionais da folia da capital.

O CORREIO percorreu diversos pontos da cidade onde o trio elétrico estaria arrastando multidões e o que se viu foi silêncio e pouca gente nas ruas, exceto na Barra. No Largo do Pelourinho, silêncio. No Terreiro de Jesus, nada de bandinhas de sopro e crianças correndo. Poucos turistas registrando a beleza do local e uma movimentação um pouco maior na região do Cravinho.

Largo do Pelourinho ficou vazio neste domingo de carnaval (Foto: Tiago Caldas/Correio)

Em direção ao Campo Grande, ruas vazias, mas de abadá do Camaleão, um senhor jogava capoeira com um outro homem pelas ruas do Centro Histórico. Palco de encontros de trio, a praça Castro Alves teve pouco movimento. Alguns carros mudavam momentaneamente a paisagem.

No entanto, no mar, ali em frente, foi possível notar uma boa movimentação de lanchas, que acompanharam de perto a live de Bell Marques, que aconteceu no Forte São Marcelo. Na Praça do Campo Grande, poucos pedestres e nem sinal de que ali era um circuito oficial da folia baiana.

Muitas pessoas caminharam na Barra sem máscaras
Muitas pessoas caminharam na Barra sem máscaras (Tiago Caldas/Correio)
Barra teve movimento intenso
Barra teve movimento intenso (Tiago Caldas/Correio)
Praça Castro Alves ficou também ficou vazia neste domingo
Praça Castro Alves ficou também ficou vazia neste domingo (Tiago Caldas/Correio)
Terreiro de Jesus teve pouco movimento
Terreiro de Jesus teve pouco movimento (Tiago Caldas/Correio)
De abadá do Camelão, homem ensaia passos de capoeira com outro rapaz
De abadá do Camelão, homem ensaia passos de capoeira com outro rapaz (Tiago Caldas/Correio)
 
Movimentação mesmo só na Barra. Nas ruas entre o Farol e o começo da avenida Oceânica era possível ver muita gente caminhando. Boa parte delas sem uso de máscara, item obrigatório para impedir a propagação do coronavírus.
 
Operação Especial
Com a intenção de evitar aglomerações nestes dias de folia, a prefeitura de Salvador iniciou, neste domingo, uma operação para evitar aglomerações nos circuitos oficiais. A força-tarefa envolve as secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e Ordem Pública (Semop), Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar. A ação vai até terça-feira (16). 

De acordo com a prefeitura, neste domingo, não houve registro de bloquinho, manifestação cultural ou atividades irregulares. A Guarda Municipal realizou duas dispersões nas praias da Barra e na praia do MAM. A operação contra aglomeração de carnaval segue até terça-feira (16).
Farol da Barra teve operação contra folias irregulares, mas únicas aglomerações foram nas nas praias da Barra e do MAM 


***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas