Salvador tem medicamentos para intubação assegurados em estoque, afirma Bruno Reis

coronavírus
15.04.2021, 11:33:00
Atualizado: 15.04.2021, 11:33:18
(Foto: Reprodução/GOVBA)

Salvador tem medicamentos para intubação assegurados em estoque, afirma Bruno Reis

Cidade chegou a ligar alerta com alta de internações no mês passado, mas vive momento tranquilo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em coletiva nesta quinta-feira (15), o prefeito Bruno Reis garantiu que Salvador não teme a falta de estoque dos medicamentos utilizados no processo de intubação de pacientes. Na ocasião, o prefeito afirmou que, hoje, a capital baiana tem estoque para comportar a demanda de pacientes que precisam ser regulados para leitos de UTI e, se necessário, intubados. 

"Hoje, temos isso assegurado, mas fico devendo por quanto tempo ainda teremos. O que nos tranquiliza é o fato das intubaçōes estarem diminuindo progressivamente. A cidade amanheceu apenas três pacientes aguardando regulação para leito de UTI que nem se sabe se terão a necessidade de serem intubados", informou.

Bruno Reis explicou que, em março, a cidade ficou em alerta quanto ao estoque muito por conta da crescente nos números de novos infectados e pessoas precisando de leito, o que não é mais o caso.

"Nós tínhamos uma preocupação grande com o medicamento que é utilizado como sedativo, que relaxa o corpo do paciente para a intubação. A demanda era muito alta naquele momento e nos preocupou, mas agora temos a disponibilidade dos medicamentos", disse.

Subúrbio
A fala do prefeito sobre a situação aconteceu em coletiva que anunciou o início das obras de transformação urbana no Subúrbio com o Novo Mané Dendê. A ordem de serviço que autoriza o início das intervenções foi assinada hoje. A ação simbólica e os detalhes da primeira etapa da obra foram apresentados pelo prefeito.

"Se não fosse o coronavírus, estaríamos fazendo uma grande festa no Subúrbio porque, sem sombra de dúvidas, é a maior obra na história do Subúrbio. Nunca em toda história houve um investimento da grandeza dessa intervenção na bacia do Mané Dendê. São investimentos de R$ 500 milhões que mudarão a vida do moradores dos cinco bairros afetados diretamente por está intervenção", informou. 

A iniciativa, que vai beneficiar diretamente 10 mil habitantes e outros 35 mil de forma indireta nos bairros de Alto da Terezinha, Itacaranha, Plataforma, Rio Sena e Ilha Amarela. e contempla obras de infraestrutura, saneamento, habitação e mobilidade, tem investimento de R$110 milhões, provenientes de recursos próprios do município e de contrato de empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O prefeito disse também que o benefício para os moradores não se dará apenas na conclusão do projeto, mas também durante o processo com a oferta de empregos. "Estamos assinando a ordem de servço e a empresa já montou o canteiro de obras e começou a fichar os trabalhadores. A prioridade, claro, é contratar os moradores da região para que eles sejam beneficiados com empregos no período de execução das obras", garantiu.

*sob supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas